quarta-feira, janeiro 31, 2018

#vidaposaupair Ep.1 - O boy me pediu em casamento! E agora?

Olá!
Primeiro gostaria de me apresentar à quem não me conhece!
Meu nome é Debora, sou paulista e paulistana, pisciana do dia 19 de março, portanto me considero um pouco ariana, pois há coisas que eu estou longe da personalidade carinhosa e sonhadora.
Eu fui Au Pair 2 vezes... sim, você leu certo! 2 santas vezes. uma experiência totalmente diferente da outra. Faço parte do blog desde 2012 e no último ano estive trabalhando nos bastidores. Mas se quiser saber mais de mim e da minha experiência como Au Pair, clique aqui.

Eu sou uma, entre inúmeras Au Pairs que por destino acabou encontrando o amor da sua vida ou mesmo se encontrando em um lugar que não é o Brasil. E no meu caso, foi os dois! A partir de agora, estarei todo o dia 31 daqueles meses que tiverem esse dia, por aqui falando um pouco mais o outro lado da vida americana, o que pode ajudar aqueles que estão a embarcar na mesma vida que eu ou até mesmo entender um pouco como as coisas funcionam para a host family.

E o assunto do dia é: O boy me pediu em casamento e eu disse sim!!! E agora?


A palavra à partir de agora é planejamento, mais uma transição está por vir e essa será a que vai durar até que a morte os separe!

Depois da emoção de um dos momentos mais lindos da sua vida, é de extrema importância de sentar com o seu noivo e discutir a parte burocrática do processo e quais prioridades estabelecerão. No meu caso, decidimos priorizar a documentação do green card e deixar a festa (o que não fizemos até hoje, pois sempre escolho viagens do que festa) pra depois. Eu fiz como muitas pessoas, só o casamento na Court (o que modifica dependendo das leis do estado no qual você casará) e  um almoço com os meus sogros. Depois do sim na frente do oficial, você decide se vai aplicar logo após do casamento. Se eu não me engano, o prazo é de 6 meses para não ficar em termos ilegais de imigração.

Quais são as vantagens de aplicar para o green card logo após o casamento?
- Com o recibo da documentação recebida, em alguns estados, é possível renovar a carteira de motorista. 
- Ao mesmo tempo que se aplica para o green card, é também possível requerer uma autorização de trabalho, o que vai te abrir muitas possibilidades além de cuidar de crianças.
- Você se adianta, o processo leva muito tempo, e dependendo da carreira que quer seguir, tempo pode ser um fator crucial.

O que tem que ser conversado com o boy?
Quem vai pagar pelo processo? O processo em seu quase todo custa aproximadamente 3 mil dólares se fizer tudo sozinha! Pode ter custos adicionais dependendo das vacinas e consultas médicas necessárias para atender os requerimentos.
Ele ganha dinheiro o suficiente? Ou precisam de sponsor? O seu marido deve ganhar um montante X acima da linha da pobreza, dependendo do número de dependentes que ele declara no imposto de renda. 

Dicas da tia Debora:
Hold your horses financeiramente: As roupas da Forever XXI podem esperar até que você arranje um outro emprego, pode ser que tudo demore e não seja possível trabalhar por debaixo dos panos, principalmente se seu noivo trabalha para o governo.
Se você voltar ao Brasil antes de casar, arrume um tempinho pra parar no posto e atualizar as suas vacinas. Vacinas são terrivelmente caras.
(Advogados, me perdoem!) Se você fala e lê bem inglês bem, não precisa de um advogado, é possível fazer tudo sozinha! Ah, e as traduções ... use e abuse das amigas! ;)
O Google será o seu amigo, assim como foi no processo de Au Pair, não esqueça dos grupos do Facebook também! Tem MUITA informaçāo na rede.

Espero ter dado uma luz inicial pra quem está esperando aquela pergunta 

Até o próximo dia 31! Qualquer pergunta deixe nos comentários ou na nossa página no Facebook.

Debora
Instagram: @deboraawood

Nenhum comentário:

Postar um comentário