sexta-feira, março 30, 2018

AU PAIR NA SUÉCIA: Regras, direitos e deveres para se tornar uma au pair

Olá!!
Conforme prometido, hoje iremos falar sobre o processo para ser au pair na Suécia com base em todas as informações presentes no site oficial da migração da Suécia.

Estocolmo

Passo 1: Verifique se você se enquadra nos requisitos para ser au pair na Suécia

  • Ter entre 18-30 anos de idade;
  • Ser solteira(o) e não ter filhos;
  • Estar disponível para ser au pair num período máximo de 1 ano;
  • Residir em outro país que não seja a Suécia e não ser um cidadão sueco;
  • Ter provas do interesse pela cultura e língua sueca;
  • Ter meios para custear os gastos com a viagem para a Suécia (isto é relativo, pois algumas famílias aceitam custear parte dos gastos com a passagem de avião, outras pagam todos os custos com a passagem, mas ainda existem algumas famílias que não se disponibilizam a ajudar com estes custos).
  • O período máximo para ser au pair na Suécia é de 1 ano;
  • Você deve cuidar das crianças (também conhecidas como host kids) e ajudar com serviços domésticos leves;
  • As horas de trabalho e tempo para estudo não devem ultrapassar o tempo máximo de 40h por semana;
  • As horas trabalhadas dedicadas aos serviços domésticos não devem ultrapassar o máximo de 25h por semana;
  • Seu trabalho diário não deve ultrapassar 5h por dia e deve ser organizado a fim de permitir que você possa frequentar o curso de Sueco;

Passo 2: Checar os direitos e deveres de um au pair na Suécia

Período de estadia, deveres e horas trabalhadas:
Mesada:
A au pair ou o au pair na Suécia recebe uma ajuda de custo mínima no valor de SEK 3,500 (três mil e quinhentas coroas suecas) por mês. Este é o valor mínimo, ou seja, dependendo do seu acordo com a host family esse valor pode ser maior, mas nunca menor do que SEK 3,500. Outra informação importante é que a au pair na Suécia paga taxas/impostos ao governo. 

Moradia e refeição:
Em troca da sua ajuda no cuidado com as crianças e serviços domésticos leves, a família deve lhe oferecer todas as refeições comuns que um cidadão necessita + moradia durante o seu período de estadia, inclusive quando você estiver doente. Como um membro da família você deve ter seu próprio quarto na casa da host family. Em nenhuma circunstância a família pode lhe cobrar pela moradia e refeição oferecida.


Seguro saúde: 
Você precisará de uma apólice de seguro saúde que cobrirá qualquer custo que possa ser causado devido a doença ou ferimentos durante sua estadia na suécia. Se você não estiver registrado no registro de população sueca, é importante que tenha sua própria apólice de seguro saúde.


Para ser registrado no registro de população sueca você geralmente deve possuir uma autorização de residência na Suécia de no mínimo 1 ano e pretender viver na Suécia por 1 ano ou mais.

Férias e folga:
A Suécia não possui regras específicas que indiquem o total de dias de férias e folga para uma au pair, no entanto, recomenda-se que você e sua host family cheguem em um acordo a respeito deste assunto antes de sua chegada na Suécia.

O mais recomendado é que a au pair tenha pelo menos 1 dia de folga na semana, sendo um desses dias 1 domingo no mês, 2 semanas de férias se sua estadia na família for maior do que 6 meses e que a au pair não trabalhe em feriados públicos. Conforme falado no começo deste parágrafo, essas são as recomendações para que você tenha tempo livre suficiente para aproveitar seu ano de au pair, mas não é uma regra, por isso este assunto deve ser discutido entre você e a host family e colocado em contrato antes de sua chegada.

Curso de Sueco:
A au pair ou o au pair deve frequentar o curso de Sueco durante sua estadia, cujo o qual deve se adequar perfeitamente em seu cronograma (schedule) semanal. Normalmente os custos com o curso de Sueco se resumem ao material, mas recomendo que você fale sobre isto com a família, para definir quem será responsável por estes custos.

Dica preciosa: Tudo que for acordado com a família deve ser mencionado em seu contrato de trabalho, para garantir os seus direitos e deveres.


Passo 3: Registrar-se em uma agência de au pair (para ser au pair na Suécia não é obrigatório o vínculo com nenhum tipo de agência de intercâmbio, porém é fato que algumas pessoas se sentem mais seguras quando há uma agência para dar-lhes o devido suporte com os trâmites de au pair) ou procurar famílias em sites ou facebook por conta própria

Eu particularmente indico apenas uma agência na Suécia para lhe ajudar na procura por famílias e com os trâmites de visto, a Scandinavian Au pair Center. Esta agência ofere um suporte incrível, são muito atenciosos e respondem com rapidez as dúvidas que envio por e-mail. Além disso, a au pair não precisa pagar nada para a agência, ou seja, é um serviço de graça para au pairs. Lembrando que as famílias hospedeiras pagam pelos serviços da agência.

Eu conheci outras agências no meio do caminho, mas além de cobrarem a au pair por seus serviços, não dão suporte adequado por e-mail. 

Se você optar por se registrar pela Scandinavian Au pair Centerdeve criar seu perfil no próprio site da agência, e a agência será responsável por parear seu perfil com o perfil de famílias compatíveis. Quando a agência encontrar uma família compatível com seu perfil, irá lhe enviar uma notificação com o perfil da família e você deve responder se lhe interessa ou não, para que você possa entrar então em contato direto com a família desejada. Outra opção é pesquisar as famílias disponíveis no mesmo site, e enviar um e-mail para agência com os dados da família que você tem interesse em conhecer.

Além da agência Scandinavian Au pair Center eu indico dois sites para procura de família. Na minha opinião o melhor de todos é o Au pair world, pois não cobra nada para se inscrever no site, buscar por família e mandar mensagens. Neste site você também cria seu perfil, e começa a procurar por famílias. Quando encontrar alguma família que lhe interesse você pode mandar mensagem diretamente a família via site.

O segundo site que eu indico é o Great au pair. Você não paga nada para se registrar neste site, e nem para buscar por famílias, porém para ter direito a enviar mensagens para as famílias você precisa se tornar um membro pagador. Hoje o preço para se tornar membro pagador por um mês é de $60. O site é muito bom, e possui muitas famílias registradas, então se você está com pressa, vale a pena se cadastrar.

Você também pode procurar sua host family no facebook. Há vários grupos de au pair e host families no facebook, onde au pairs e host families se conectam.

Passo 4: Encontrei uma família que me interessa. E agora o que eu faço?

Após encontrar uma família que lhe interesse e que esteja interessada em seu perfil, o ideal é marcar um skype, ligação de áudio ou vídeo, para saber mais sobre a família e as crianças. Este momento é muito importante para tirar dúvidas e conhecer a família. 

Após o término do skype, indico fazer um resumo da conversa e enviar um e-mail para família com todos os pontos importantes que foram conversados, para que ambos tenham por escrito tudo o que foi tratado na ligação.

As vezes é necessário, mais skypes e trocas de e-mail até ter o tão sonhado "match". Match é o termo em inglês que usamos para indicar que você escolheu a família A para ser sua família hospedeira (mais conhecida como host family) e que a família A lhe escolheu para ser a au pair.

Raramente você terá match com a primeira família que conversar, então tenha paciência para escolher a família que mais te agrada.

Passo 5: Tive match com uma família. Qual o próximo passo?

Parabéns! Agora você está muito próximo de embarcar para o destino escolhido, mas antes será necessário dar entrada no processo de visto e permissão de trabalho. No próximo post vou explicar o passo a passo para aplicar para o visto. Te vejo no dia 15!

Se você gostou deste post não esquece de deixar seu comentário e jóinha. 

Até mais!!

By Valeska Monteiro
E-mail: vikingbrasileira@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário