sábado, março 17, 2018

O primeiro mês nos EUA ( e o medo do rematch)


Oi gente, tudo bem com vocês?

Estou de volta e dessa vez para contar sobre a minha chegada aqui nos Estados Unidos! Tenho muita coisa pra contar, mas o foco do post de hoje é abordar a principal dificuldade que tive quando cheguei na casa da host family. Mês que vem retomo os dias iniciais e sobre como foi o primeiro contato com as minhas teens (já adianto que elas são umas fofas e que estão arrasando no português!)

Bem, recapitulando... O dia do embarque foi super corrido, porque é aquela loucura pra checar se está tudo certo, se não falta nada, um abre-mala-fecha-mala e etc. Mas correu tudo bem! Eu e mais 7 meninas da APIA fomos um dia antes para participar de um curso teórico de direção. E no mesmo vôo tinham muitas au pairs de outras agências. O vôo foi longo e eu vi um pouco do filme "La La Land" (amo <3), mas confesso que estava ansiosa demais pra prestar atenção, haha. Enfim, chegamos no aeroporto e ficamos esperando uns minutos até que apareceu uma funcionária da APIA que nos encaminhou para o ônibus que nos levaria para o hotel. O treinamento foi ótimo, deu pra conhecer meninas de diversos países e um pouquinho da história de cada uma. No entanto, é meio inevitável não ficar juntinho das meninas com as quais você embarcou (e pena que nenhuma delas veio pra Chicago, no entanto sei que ainda as encontrarei por aí, nas "roads trips" da vida hahaha)

*Fotinhas ilustrativas de NYC e Chicago antes de retomar o assunto do post*




 Dica: aproveite o tempo livre nos dias iniciais e vá pra NYC com as migas. O tour da agência é muito muito rápido!
 ps: aproveite a piscina do hotel também! ;)




I
Bom gente, uma coisa importante que eu gostaria de compartilhar com vocês é um arrependimento que tenho da época que preenchi o application. Eu havia colocado lá que dirigia quatro vezes por semana. A questão é a seguinte: eu sou do interior e morava na capital pois estudava lá; não tinha carro em São Paulo, mas dirigia aos finais de semana e nas férias também. Isso me deu segurança para colocar que dirigia 4 vezes por semana. Agora vou contar como isso virou uma dor de cabeça: a minha família precisava de alguém que dirigisse bem e quando me vi aqui, tendo que me adaptar a muitas regras, que inicialmente me pareciam confusas, eu fiquei muito insegura. Travei e cometi uns errinhos bestas por falta de atenção e fiquei com medo de algumas rodovias muito movimentadas. Eles não confiaram em mim para dirigir as kids para as atividades (e eu não os julguei por isso, obviamente eles só queriam garantir a segurança da prole e a minha também) e a princípio eu só poderia dirigir com elas se o host ou a hosta estivessem no carro. 

Resumo da ópera: tive que fazer algumas aulas de direção. E gente, foi muito difícil essa semana inicial, porque eu gostei muito da família, da região, da LCC, de tudo. Mas eu fiquei com muito medo de rematch. Tive o apoio de todos, família, amigos, LCC e eu sabia que conseguiria. Minha host family foi paciente e investiu em mim e eu também acabei pagando por umas aulas (detalhe que foi uma facada cada aula, mas ok). Acredito que eu poderia ter questionado mais sobre essa parte do trabalho, afinal, é a minha principal função. Pois bem, fiz as aulas e é com alívio no peito que digo que agora eu tô sim dirigindo bem, to mais segura, e essa semana comecei a dirigir as kids sozinha. ALELUIA! Mas eu realmente acho que não precisava ter passado por isso. Então, NÃO ESCONDA/MINTA/OMITA NADA NO SEU APPLICATION, porque mais cedo ou mais tarde as consequências aparecerão. E pergunte tudo, pois informação nunca é demais. Bom gente, eu tenho muita coisa pra contar, mas continuo no mês que vem. Beijos e encerro meu post com foto de um lugar que amei conhecer:  


Casa do filme "Esqueceram de mim". Fica a 10 minutinhos de onde eu moro. (Winnetka, IL)

PS: Algumas meninas tem me procurado para conversar sobre o programa, tirar dúvidas e saber mais da minha experiência, to adorando responder! Sintam-se a vontade para mandar mensagens, eu posso demorar um pouquinho, mas responderei com o maior prazer!

3 comentários:

  1. Estou te acompanhando no insta Val, estou amando as fotos!! Que sorte morar em Chicago!!!!
    Quanto a experiência em dirigir, acho que esse não seria motivo pra rematch, e que bom que deu tudo certo! Estarei acompanhando todo mês
    Beijooo

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu!! Que bom que está me acompanhando, hehe!
    Então...eu acho que é tranquilo se a família for compreensiva e paciente para esperar a au pair se sentir mais confiante no volante mas infelizmente falaram que direção tem sido um motivo bem frequente pra menina entrar em rematch, porque muitas vezes a família tem pressa :( De qualquer forma varia de família pra família! E sim, agora to muito tranquila aqui e Chicago é um sonho mesmo!Um beijo Lu! <3

    ResponderExcluir
  3. Ahh entendi☺️! Sorte de quem tem família paciente, então! ☺️😘😘

    ResponderExcluir