segunda-feira, abril 30, 2018

SUÉCIA | 10 diferenças entre brasileiros e suecos

Hej hej (olá em sueco)!
Hoje quero contar pra vocês um pouco das diferenças que eu notei entre brasileiros e suecos nesses quase 3 meses que estou morando na Suécia. Deixo bem claro que essa é a minha opinião, e de forma nenhuma generalização. Lembrando que vou adorar ler e responder seus comentários sobre esse texto.


  1. Cumprimentando suecos: Aqui na Suécia não é comum abraçar e beijar pessoas que não fazem parte do seu grupo de amigos. Ou seja, se você acabou de conhecer alguém o normal é apenas um aperto de mãos. Apenas quando você já tiver um pouco de intimidade com a pessoa é OK abraçar, mas beijar no rosto é realmente estranho para os suecos. Quando conheci os pais do meu namorado, eu abracei e beijei os dois. A mãe correspondeu, mas o padrasto apenas me abraçou e é assim até hoje haha. Outro exemplo, quando conheci o melhor amigo do meu namorado, eu o abracei e beijei, e ele pareceu muito chocado com o fato de eu tê-lo beijado. OK, talvez chocado seja um exagero, mas desconfortável. Depois disso perguntei pro meu namorado o que houve e ele me explicou que isso não é normal aqui. Então segue a dica, só aperte mãos e caso realmente goste de beijar as pessoas, pergunte se a pessoa não se incomoda, pois pode se tornar algo embaraçoso pra você.
  2. Dinheiro: Aqui as pessoas pagam quase tudo com cartão, o que de certa forma torna as cédulas de dinheiro inutilizadas (eu usei cédulas de dinheiro por 1 mês aqui e sobrevivi, mas a quantidade de moeda que você vai receber de troco não tá no gibi. Então fujam, corram!). Ou seja, se pretende visitar a Suécia ou morar, o ideal é trazer um cartão ou abrir uma conta no banco, pois alguns estabelecimentos não aceitam dinheiro em espécie. Pra simplificar ainda mais essa questão, até o tio da barraquinha de sorvete aceita cartão.
  3. Transporte público: Não dá pra comprar a passagem de ônibus na hora com o motorista. Para utilizar o bus e outros transportes públicos você precisará comprar o bilhete/cartão nas lojas da companhia de transporte ou lojas de conveniência, ou até mesmo comprar o bilhete online pelo seu celular. Fica a dica.
  4. Jantar: Na minha opinião os suecos jantam super cedo em comparação a nós brasileiros. Entre as 17-18h é o horário de jantar. Eu sigo esse horário durante a semana e nos finais de semana normalmente janto com meu namorado as 18:30 ou 19h.
  5. Comida: Aqui ninguém come arroz, feijão, ovo, bife e batata frita. Normalmente os europeus em si, tem uma dieta a base de 1 carbo-hidrato, vegetais/verduras e 1 proteína. Como não sou européia, no meu tempo livre eu como do jeito que eu quiser haha.
  6. Lixo: As pessoas aqui levam a sério a reciclagem, o que torna muito importante saber separar o lixo e depositar nos lugares corretos.
  7. Embalagens retornáveis: Algumas embalagens como garrafa pet, garrafa de vidro e latas de cerveja e refrigerante são retornáveis, então você pode retorná-las no supermercado (há máquinas de auto atendimento específicas para isso) e ganhar um cupom de desconto para utilizar nas suas compras.
  8. Natureza/esportes: A maior parte da Suécia é constituída de florestas e natureza e os suecos amam estar cercados pela natureza. Eu pude notar que eles dão muito valor a natureza e tentam ao máximo aproveitar o que cada estação do ano oferece. Gostam de praticar esportes e estão sempre em parques na cidade, ou nas florestas e montanhas nas férias.
  9. Família: Diferente do Brasil as pessoas aqui não parecem ter tanto contato com parentes como nós brasileiros. A família suecas parecem ser formadas somente por pais e filhos. Dos suecos que conheço pude perceber que primos e tios são parentes distantes; parecem ter pouco ou nenhum contato. Outra curiosidade é que as crianças se referem aos tios pelos nomes, e não por tio e tia.
  10. Amizades: Fazer amizade com suecos é mais trabalhoso; não porque eles não sejam abertos a novas amizades, e sim porque leva tempo. Diferente do Brasil, você não conhece uma pessoa e se torna amigo no mesmo dia. Muito menos conta a sua vida pra uma pessoa que acabou de conhecer. Os suecos levam mais tempo para fazer amizades porque na verdade conhecer alguém leva tempo mesmo. Acho que nós brasileiros as vezes levamos em conta mais a quantidade do que a qualidade da amizade. Enfim, eu mesma tenho poucos amigos e muitos colegas e conhecidos.
Essa é a minha opinião do que vi e vivi aqui na Suécia e espero que vocês comentem o que acham sobre isso, e quais são as diferenças que vocês já notaram entre brasileiros e suecos ou outros estrangeiros. É isso. Beijo e até a próxima!

Por Valeska Monteiro
E-mail: vikingbrasileira@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário