quinta-feira, dezembro 09, 2010

E quando ser au pair não dá certo?

*A Lady Nana do dia 9 viajou, post feito por outra pessoa. *

Você estava com muita vontade de chegar nos EUA, sabia que não seria fácil ser au pair, porque nada na vida é fácil, mas decidiu vir, chegou aqui e é mais dificil do que você esperava, sua família não é como você pensou que seria, nem as crianças, nem a casa, e agora?

E agora, meu amigo, senta e chora. Porque é o que todos fazem mesmo. (Todos os au pairs choraram, choram ou chorarão)

Na verdade, eu acho que as agências deveriam falar mais sobre essa parte psicológica de ser au pair. Eles só falam que vocês vão ganhar $195 por semana, que vai ter férias e tudo mais, não comentam sobre as lágrimas que você vai derramar, sobre a ansiedade que você irá passar… Ok, ninguém vende um produto falando mal dele, mas sinceramente, é uma parte que deveria ser trabalhada.

Então tá, cheguei nos EUA e não está dando certo! Por que não está dando certo? Os motivos são vários, e não dar certo é mais comum do que vocês pensam. Vou contar o que está acontecendo comigo.

Eu cuido de 2 crianças, agora, porque vou começar a cuidar do neném agora também. O menino que eu cuido, é special needs, não anda, não come com as próprias mãos, tem que trocar roupa, fralda, dar banho, etc., fazer tudo por ele, e ele já é pesado, tem 7 anos.

A menina tem 2 anos, sabe fazer várias coisas sozinha, mas também precisa de trocar fraldas, roupas, etc., e ela tem uma energia que eu não se de onde vem.

O neném só tem 2 meses, estão esperando ele completar 3 meses para me falar “esse também é seu trabalho”.

Além de olhar as crianças, ainda tenho que lavar roupas, limpar os quartos, aspirar, tirar pó, organizar bagunça, lavar louça, dobrar as roupas, arrumar gavetas…

Sim, aqui não é fácil. Eu sabia que não seria fácil, mas não imaginei que seria tão dificil. E não é só isso… Minha “h”, me diz coisas que me fazem ficar triste, coisas do tipo “não bebe isso, porque é caro”, “você não ajudou a fazer não sei o que (ENQUANTO EU ESTOU OFF), e ficou no seu quarto”, são coisas que nao fazem bem para ninguém, é pior ainda quando você já não está bem.

O problema maior? Não me sentir feliz. O trabalho é dificil? Sim. Mas se eu estivesse feliz no lugar que eu estou, iria dar conta do trabalho. Felicidade anda passando longe da minha porta.

Por que você não entra em rematch? Porque a minha agência não tem muitas famílias, eu ainda não tenho dinheiro sufficient para voltar para casa, caso não consigam outra família.

E o que você têm a ver com isso? Nada.

A minha intensão não é desanimar ninguém, eu só quero mostrar que ser au pair também dá errado algumas vezes, como qualquer outra coisa na vida, e se por acaso isso acontecer com você… You’re not alone.

Rematch é mais comum do que você imagina. Então, se você precisar, go for it! Ninguém quer ter uma experiência de intercâmbio que seja ruim. E como sempre, rematch também tem suas consequencias e você pode ter que voltar para o Brasil sooner than you thought you would!

Boa sorte para todo mundo que está de rematch, que está pensando em pedir rematch, para quem ainda não é au pair, para todos vocês!

Um beijo, W (male au pair).

8 comentários :

  1. auasuhaushhas eu ouço demais isso de "nao come, nao bebe pq e caro" ashuhsuahsua
    da um odio no peito...

    ResponderExcluir
  2. Caraaaaaca...q vida, por favor me diga o nome da sua agência, pois não vou querer ir por esta...rs. Ir pra fora já significa abrir mão de certas coisas para colher outras boas, mas não a esse preço. É uma pena q sua experiência esteja sendo tão ruim... Espero q as coisas melhorem e vc consiga dar a volta

    ResponderExcluir
  3. Amoreeee... pelo menos vc veio, tentou!
    Admiro muito a tua coragem e forca, porque o que voce esta passando nao e facil.
    Se vc nao tivesse se arriscado voce ainda estaria no Brasil pensando: "Mas e se eu tivesse ido pra la?!"
    Agora voce sabe o que aconteceu e lamentavelmente nao foi o que voce esperava...

    Espero que as coisas melhorem para voce, sendo com esta familia, com uma nova, ficando de outra forma aqui nos States ou voltando pro Brasil! Te desejo o melhor!

    Forca na peruca ai e quando a coisa apertar da um grito!

    Beijosss...

    ResponderExcluir
  4. Otimo post!! Eu fui uma dessas que foi cega pelo programa, ficava brava cada vez que lia au pairs falando que deixavam a kid na tv ou falando mal das familias. Cuspi pra cima e caiu beeem no meio da minha testa! hahahaha
    Mto bom alertar! Hj eu vejo que foi uma experiencia incrivel, mas que tem tbm seus altos e baixos!
    Que Deus te de forças ai, pq eu sei que nao é facil! mas no fim, tdo da certo e vc vai olhar pra trás, proud de si mesmo e falar: I did it!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. Oiii!
    To acompanhando o blog de vcss!!!
    Acabei de fazer o meuu!

    beijosss!

    ResponderExcluir
  6. Oii


    tudo bem?

    sou futura au pair 2011

    to te seguindo

    Beeijos

    ResponderExcluir
  7. tô aqui torcendo pro santa te dar uma mala de dinheiro
    uma família decente
    e um nabo com sal grosso no cu da sua host ;)

    e se tudo isso acontecer vc vem pra dc me ver!

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir