sábado, fevereiro 09, 2013

Por que eu fui a escolhida?

Olá galerinha do bem, hoje completo 11 meses na terra do Tio Sam, mês que vem vou para o final do meu primeiro ano e estou mais do que pronta para inicar o meu segundo ano como au pair.
Neste post eu resolvi falar o porquê que minha host me escolheu para ser a au pair dela, acho que quase ninguém comenta sobre isso, o objetivo é de mostrar para quem está no processo que as famílias buscam o melhor para eles, eles buscam alguém que passe segurança para eles então é importante vocês compreenderem que as vezes não existe nada de errado com a gente, ahm mas por que está demorando tanto? por que minhas amigas ja tiveram um match e eu ainda não? simples.... porque ainda não apareceu ninguém com o seu perfil.... vou dar alguns exemplo tanto do ponto de vista da au pair quanto das famílias:
Começarei com o exemplo das famílias que apareceram para mim tanto na primeira vez como agora para extender no programa, até então eu não sabia se eu eu iria extender com os meus hosts ou não, então conversei com outras famílias.



Primeiro processo - janeiro de 2012

Primeira familia- Eles eram de Washington DC, tinham 1 bebê e era um casal que viajava muito e tinha um cachorro.... vamos analisar: Adoro crianças, mas cuidar de bebês não era o meu objetivo.... bebês vc tem que ficar carregando no colo, eles dependem da gente para tudo e ainda mais eles tinham um cachorro e logo de cara eles queriam saber se eu gostava de animais... ou seja queriam uma babá para o cachorro também.
Quando tivemos o primeiro Skype eu não me senti muito a vontade na conversa.... até que ela foi bem gentil, mas por ser a primeira familia eu estava muito tensa... e o inglês travadissimo..... e ai a conversa não flui tão legal etc.... eu não consegui convence-los que eu seria a babá perfeita para eles, até mesmo porque não despertou o interesse em mim e eles também não me convenceram que seria a família perfeita para mim e outro detalhe eu seria a primeira au pair deles....

Segunda família-  Apareceu um casal de homens, eles eram gays e tinham adotados 2 crianças ou 3 agora não me lembro.... na própria carta deles eu já não gostei, porque era nitido que eles tratariam a au pair como uma empregada, achei muita frieza da parte deles e seria uma família cheia de problemas, pela questão das crianças terem sido adotadas naquele momento, por eles serem gays e das crianças entenderem essa questão, por eles terem mudado de residência, eles eram de um lugar muito quente e estavam indo para um local bem mais frio....ou seja eram várias adaptações para uma família só e eu já estava passando por uma fase no Br muito complicada de querer mais sossego, mudar totalmente de vida, ter novos amigos, mudar de país, mudar de casa, estava exausta da minha vida, de sacho cheio mesmo, de tudo e de todos ao meu redor kkkkkkkkk então essa não seria a família perfeita para mim.

Terceira família- eram de judeus, mas não deu tempo de entrarmos em contato.

Quarta família- Ao mesmo tempo que eu recebia esses perfis eu já estava conversando com a minha host family e foi bem rápido para fecharmos....
Como temos uma relação bem amigavel eu e a minha host conversamos sobre tudo, a maioria das coisas que eu faço, o que pretendo fazer, com quem eu saio, sempre conto tudo para ela, eu fazendo isso, consegui criar um laço de confiança entre a gente e nessas últimas semanas ela me contou o porquê que ela me escolheu e achei interessante passar para vocês a visão dela e o que aconteceu com ela em relação com as babás anteriores....

Antes de eu aparecer, ela já tinha contratado outras babás e de nacionalidades diferentes, ela me contou que  uma vez ela escolheu uma au pair brasileira pela aparência, disse que a menina parecia uma Barbie, toda vaidosa, toda patricinha e quando chegou aqui foi um pesadelo.... disse que a menina usava drogas, chegava em casa trebada, alucinada, e uma das vezes ela não conseguiu entrar pela porta de casa porque tinha perdido a chave e ela quebrou a janela para entrar e meus hosts se assustaram e chamaram a policia, deu o maior bafão..... disse que quando eles chegavam em casa no meio do dia , pegavam ela dormindo no sofá e as crianças sozinhas e que em menos de 15 dias ela tinha transado com quase a cidade inteira..... passando de mão em mão.... no final das contas ela não queria ser au pair, ela tinha vindo para cá  só para entrar no país legalmente e queria sair do programa e com o objetivo de causar mesmo.... minha host disse que foi uma trauma tão grande para ela kkkkkkk que ela não queria saber de brasileira nunca mais kkkkkk
Dai para vir no lugar dessa menina apareceu uma mexicana e ela ja chegou causando porque ela morava com uma família que tinha uma cultura totalmente diferente e eles tinham aquele doença de ficar armazenando lixo dentro de casa sabem? dormiam no chão etc...  e a Au Pair veio para a casa deles com a cabeça cheia de piolhos e passou para as crianças kkkkkkkkkkkk esses foram os dois piores exemplos que ela me deu.... dai ela foi falando o ponto de vista.... disse que quando eles buscavam um perfil, que eles mudaram totalmente os requisitos, dessa vez eles buscavam alguém mais madura, que tivesse mais que 25 anos, que fosse uma pessoa bem tranquila, calma e que tivesse o perfil de professora, e eu achei interessante também porque ela falou que uma das primeiras coisas que ela olhava era o signo da pessoa, ela deixou de escolher uma au pair por causa do signo dela, acreditam? então por ai podemos ver que as famílias olham tudo, eles podem checar o seu facebook por exemplo, para analisarem as suas fotos e se ja aparecer que você adora baladas, que você tem fotos com o copo na mão, com roupas muito decotadas, curta, justa, foto de você na maior pegação com o namorado, estilo mela mela.... pelo face da para você ter uma idéia muito grande da vida da pessoa, que tipos de amigos ela tem, da para se ter uma ideia da personalidade da pessoa... enfim são muito os detalhes, então é importante para quem está no processo de se policiar em tudo para obter mais sucesso no processo... voltando.... eles me escolheram por estes motivos, por eu demonstrar que era uma pessoa tranquila, calma no meu video, pelo meu signo, pela minha idade, e pelo amadurecimento que demonstrei ter na carta que escrevi para a família e a minha profissão, eu trabalhava na area da educação.

Então se você é gordinha, magricela, branca, negra, amarela, ruiva, mestiça, oriental, evangélica, espirita, católica, budista, vegetariana, etc....... não se sinta mal se houver uma demora.... porque Deus reservou uma família para cada uma ou cada um e você caiu nela não foi por acaso, tenta descobrir e encontrar todas as oportunidades de aprendizagem com essa família, faça o seu melhor, vá com a mente muito aberta para você aprender coisas novas....se abrir para uma outra cultura.....

E ainda sobre famílias esse ano apareceu outras famílias e uma delas a host mon falava na lata que queria uma au pair que fosse muito inteligente, que fosse muito boa em matemática para ensinar os filhos porque eles tinham muita dificuldade com a matéria e também citou na carta que o casal tinha o hábito de sair todos os sabados a noite para se divertirem e que a au pair teria que estar disponivel para ficar com as crianças aos sabados a noite.... agora me fala, quem será a doida que vai querer uma familia assim? ja deu para notar que não daria para programar nada no final de semana, tipo passeios longos, ou uma viagem, pq teria que estar com eles a noite no sabado, enfim, não dá para acertamos 100%, mas procurem olhar tudo, colocam o sexto sentindo de vocês para funcionar nesse momento, porque através da carta, através das fotos e das conversas da para sentir bastante coisa... e uma hora vai bater o famoso feeling, você vai sentir que é a família certa para você.

Outra coisa importante é você colocar em um papel seus objetivos para o ano de au pair, os lugares que você quer conhecer, o que você quer fazer, quais são suas prioridades porque isso ajuda muito também... na hora de você fechar com a  família você ja sente se haverá a possibilidade de você fazer tudo isso que você planejou.

Bom gente é isso.... desejo sorte para quem está no processo.... se alguém precisar conversar, precisar de mais dicas ou visitar o meu blog pessoal podem me escrever: vanise.perli@hotmail.com

Um grande abraço!

E até o próximo post.

Vanise



5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Post muito bom! Ainda não sei pq minha família me escolheu, mas no skype eu deixei bem claro oq eu queria fazer e eles oq queriam q eu fizesse e nos acertamos de primeira :D Boa sorte na nova jornada!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo14/4/13

    adorei seu post.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo19/8/14

    Letícia
    Eu realmente amei o post
    foi bem explicado
    leio muito quando é seu dia
    obrigada pela ajuda nessa nova jornada

    ResponderExcluir
  5. Nossa , morri com a parte do piolho kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir