segunda-feira, setembro 02, 2013

Burocracias pós chegada na Suécia

 E aí, suas lindas, tudo bem? Hoje será um dos posts chatinhos mas que eu me vejo na obrigação de fazer pra evitar que algumas não fiquem tão desnorteadas como eu fiquei: Documentos para resolver após a chegada na Suécia.

 Eu postei aqui há uns meses atrás sobre o processo de permissão de visto pra vir pra cá e cheguei até escrever que "foi tão simples que parece até mentira": Eu estava errada. Não que eu não soubesse que eu ia precisar de ~algumas~ coisinhas. Mas não é bem assim. Por quê? A listinha abaixo fala por si só:



Cartão do Visto - antes mesmo de chegar aqui, quando seu visto for aprovado, é necessário marcar hora no Migrationsverket [Depto de Imigrantes] pra assim que você chegar, ir tirar suas digitais e foto pro cartão do visto. [Link aqui para agendamento, se necessário.] Depois disso, em uns 10 dias seu cartão chega. Mas não se anime ainda, sério.

Personal Number - Uma ordem numérica composta da sua data de nascimento + 4 digítos, que você usará pra praticamente tudo que se registrar aqui: banco, serviços públicos, é sua identificação em números. Pra isso é preciso ir ao Skatteverket mais próximo e pedir um formulário pro personal number, preencher e virá em alguns dias. MAS como au pair, normalmente eles não dão, alegando que no dia que a pessoa vai lá, já não vai mais permanecer 1 ano e sim 11 meses e 29 dias. Sério. Então eu fiz uma carta dizendo a data que eu cheguei na Suécia e os motivos de precisar de um PN pois tenho intensão de continuar morando aqui e que preciso estudar sueco e uma conta bancária, que não é possível sem o PN. Então eles me ligaram pra confirmar e mandaram. #win. meu número é 901006-XXXX. :)

Identidade Sueca - É parecido com o cartão do visto, mas serve como Id em qualquer lugar, assim não é preciso carregar o passaporte pra comprovar quem você é [eu não sei por quê o cartão do visto não serve como Id, se até a impressão digital da pessoa tá nele, mas né.). É preciso ir ao Depto de Imigrantes [Migrationsverket] e pedir o formulário, preencher, pagar 400kr e chega em alguns dias. Não tenho ainda porque não to querendo gastar agora, heh.

Conta bancária - É preciso que alguém da hostfamily vá junto. Leve passaporte, cartão do visto, carta-convite da família e personal number. Em alguns dias o cartão chega [mas sem a Id sueca não tem internet banking e nem como sacar dinheiro no caixa sem o passaporte, palmas].



SFI (Svenska För Invandrare, ou seja, sueco para imigrantes/estrangeiros) - Só ir na escola mais próxima e dizer que quer estudar lá, falar  personal number e marcar um "teste" [que só te fazem perguntas pra saber seu nível de alfabetização pra não entrar com refugiados que não sabem escrever, por exemplo] e ok, eles te mandam a cartinha. É de graça! #glorifica

 Skatteverket (Impostos) - O que mais me deu dor de cabeça. Todas as pessoas precisam pagar impostos aqui. O normal é 25% do ganho bruto, mas como somos au poors, temos que preencher um formulário que pode baixar do site do Skatt mesmo [que eu não tenho o número agora, mas quando eu achar eu edito], preencher os campos basicamente falando o quanto vc vai receber de salário vezes os meses trabalhados daquele ano e em alguns dias eles te mandam a resposta de quanto terá que pagar. Eu pago 11% do meu salário, acho justo pra minha pobreza.

Försäkringskassan (Agência Sueca de Seguros Sociais) - É basicamente um convênio público [?] pra te assegurar em caso de cuidados médicos, onde os pais recebem por licença quando tem filhos também, etc. O problema é que eu me registrei [somente após ter o personal number, claro ;)] há mais de 1 mês e ainda não apareço no sistema. Aqui vocês podem ler mais sobre o que é.

EHIC (European Health Insurance Card - Cartão de Seguro-Saúde Internacional) -  É um cartãozinho azul que garante atendimento público gratuito em qualquer hospital dentro dos países da União Européia para pessoas que vivem na mesma. Mas pra encomendá-lo, é preciso estar cadastrado no sistema do Försäkringskassan, item acima, e então chega em duas semanas. É possível fazer o pedido pelo site, com o personal number, e é gratuito.

 Estes foram os passos que eu tive que seguir até agora, faz 3 meses que estou aqui. Espero que não precise de mais nada, porque eu já tô piradinha!
E você, já pensou em ser au pair na Suécia? Não desanime, apesar da burocracia, vale muito a pena!!!

Beijos ;)

3 comentários :

  1. Adorei o Blog,
    Muito bom!!

    Pessoal,
    entrem no blog da Nataly: http://natynhaaupair.blogspot.com.br/

    Ela esta começando a batalha para ser au pair, e la ela conta tudo!!

    Bjsssssss

    ResponderExcluir
  2. To apavorada com tanta coisa

    www.livinganamericanlife.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Leticia, vc conseguiu usar o sistema de saúde público?
    Obrigada
    beijos

    ResponderExcluir