domingo, fevereiro 02, 2014

A volta triste das férias no Brasil...

 Olá, gente, tudo bem? Mês passado não postei porque estava em São Paulo, com as pessoas que eu amo! Mas voltei dia 10, e só meu corpo voltou parece... Este post é sobre a volta, e não sobre a viagem em si :) 

 Quando somos au pair com a intenção de ficar somente um ano, podemos ficar meio preocupadas mas aguentamos a saudade da família, de casa, dos amigos. Mas eu, aaah, eu já saí do Brasil querendo não voltar por um longo tempo. No primeiro ano tinha dias de desespero que eu chorava largada no chão ou banheiro do meu quarto (principalmente no banho, pra ninguém ouvir) mas tudo bem, eram só os primeiros meses. Mudei pra Suécia sem voltar pro Brasil e continuei na saudade. Estava juntando dinheiro e iria no final de 2014 mas o universo conspirou e o trabalho do meu namorado deu passagens pra mim e pra ele, como gratificação/incentivo! Chorei tanto. Finalmente fui, ele foi 10 dias depois, dias maravilhosos em São Paulo (tirando o calor do capeta), com minha família e principalmente minha sobrinha, a Julia, que eu morro de saudade. Fiquei uns 25 dias lá e quando faltava uns 7 eu já comecei chorar todos os dias, porque iria voltar pra "casa" - leia-se Suécia. Cara, que bom que meu namorado tava junto pra me segurar, porque olha... 


 Embarcamos, chorei muito. Decolamos, chorei mais. Chegamos na conexão, chorei. Chegamos em Estocolmo, chorei. Desde então acho que não tem um dia que eu não chorei. E evitando ao máximo abrir skype com minha família, sério. Agora que faz mais de 10 dias eu tô melhorando, mas nos primeiros dias eu não tava comendo direito, faltei à escola, só queria dormir porque eu só chorava, e só trabalhei porque não tinha opção. 
 Voltar pra vida de au pair, sendo o meu segundo ano, não está sendo fácil ainda. Tá mais difícil do que antes, quando fez um ano, porque é tão recente e as memórias de "férias" que ficam. Sem contar que minha menina mais nova é 6 meses mais velha que a minha sobrinha, então eu lembro todas as horas que eu poderia estar com a minha, do meu sangue, mas estou cuidando de filhos de outras pessoas e os conheço melhor que meus próprios sobrinhos (tenho 4). Mas eu escolhi isso pra mim... 


Despedida no aeroporto... 

  Então esse é meu post (desculpa o clima down) pra quem vai ser/é/foi au pair por mais de um ano e vai ficar/ficou longe de todos que ama por qual motivo for, por uma vida própria melhor: 
 A volta é pior! Parece até meio ingrato eu dizer que a dor da volta é mais forte que a felicidade da ida... 
 Nossa vida de au pair é viver um ano de crescimento, mudança, descobertas mas também um pouquinho de sofrimento. Pra umas é um ano, mas para outras, por ser o caminho mais barato e interessante, é o começo de uma nova vida no exterior - como a minha está sendo :) 

Como diz o ditado: "Não se pode ter tudo"...

Beijo e até mês que vem! 

~
Perguntas/sugestões?




2 comentários :

  1. "(principalmente no banho, pra ninguém ouvir)" FAIL
    HAHAHAHAHA Letítia, Letítia...

    ResponderExcluir
  2. eu tenho 2 meses aqui e penso em fazer minha viagem de ferias pro brasil vale a pena? pq eu quero ficar mais de um ano aqui, e tenho noivo la, familia... vale a pena ir la e volta"?

    ResponderExcluir