quinta-feira, março 27, 2014

Pra ter match tem que ter feeling?


Porque todos falam neste bendito feeling? Você ai já sentiu? Como foi pra você?

Pois é gente, quem disse que pra ter match precisa desse feeling que todo mundo fala? Eu sou prova viva de que ter match sem feeling pode acontecer. Por enquanto estou segura da decisão, espero não me arrepender lá nos States. Caso isso aconteça venho contar tudinho para vocês, ok?

Fiquei ao todo 2 meses e 4 dias online e conversei com 7 famílias neste tempo, 6 famílias foram pela minha agência (APIA) e 1 família foi através do site aupair-world.net.
É claro que não vou dizer que não senti feeling com nenhuma dessas famílias, muito pelo contrário, eu senti com duas.
As duas famílias que eu senti o feeling eram de Maryland e tinham duas crianças (coincidência não? :0).  Eu me empolguei, fiquei agitada durante cada e-mail que trocava com essas famílias, já me imaginava no local e como parte da família. Infelizmente não deu certo nem com uma e nem com outra, pois eles escolheram outra au pair (essas deram sorte viu?). A partir daí comecei a me sentir muito mais racional do que emocional e colocava tudo o que as famílias me ofereciam na balança dos prós e contras e foi isso que me ajudou a escolher minha atual host family! Eu tenho certeza do que eu escolhi e estou feliz por ter sentido segurança com eles! Pois essa foi a palavra chave desta família: S E G U R A N Ç A
Por isso eu digo pra todos que me perguntam ou que falam que não sentiram feeling e não querem a família: deem a oportunidade de conhecê-los, troquem quantos e-mails forem necessários, façam muitas perguntas, análise bem os prós e os contras, tente ver o lado da família, tente se imaginar com aquela vida, façam vários skypes se conseguir, falem com as antigas au pairs. Informação em abundância é a chave! 

Mas então Ingrid, como é a sua família?
Minha família eu denomino como perfeita pra MIM (até o momento)! O que pode ser perfeito pra mim, pode não ser pra você (lembre-se sempre disso).
Eu vou cuidar de três crianças - 2 meninas (5 e 7 anos) e 1 menino (3 anos). Morarei em Lansdowne (pequeno município em Leesburg),Virginia.
Terei um quarto lindo, banheiro pra mim (que está em reforma), carro a disposição e fim de semana off.
Só para vocês terem noção do porque que eu aceitei este match sem ter o feeling: a mãe me demostrou muita segurança, eu troquei ao todo 86 e-mails com ela antes do match, fizemos 3 skypes e ela sempre mandava e-mails com tudo bem descrito e sempre se preocupava em repetir tudo o que eu dizia para ter certeza de que ela tinha entendido, mandava sempre um e-mail bem estruturado, me deixou super a vontade para perguntar tudo o que eu quisesse (até se eles tomavam banho todos os dias e pra minha felicidade a resposta foi: SIM), fez questão de me mandar fotos do quarto e fez questão de conhecer a minha família em um dos skypes! 
Agora depois do match, não tenho do que reclamar. Ela me manda e-mail quase todos os dias nem que seja pra me dar um oi e perguntar como foi meu dia!
Eu espero não mudar nada quando eu chegar lá nos Estados Unidos e ainda mais, desejo a todas que estão nesta loucura de procurar famílias uma ótima sorte como a que eu tive! 
Não se prendam ao feeling minha gente, apenas sintam e conheçam a família! 


Eu sinto apenas que estou caminhando para um sonho e sempre acreditando no melhor e o melhor pra mim será acreditar que posso fazer parte desta família!

5 comentários :

  1. Dayane29/3/14

    Oi Ingrid! Quando vc viaja?? Continua postando!!! *-*
    Quero saber como vai ser a sua chegada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dayane desculpe pela demora gigantesca em responder! Eu viajo no dia 19/05. Pode deixar que postarei tudo o que eu puder aqui no blog. Beijos

      Excluir
  2. Ingrid, isso aí que vc postou, pra mim, não deixa de ser seu feeling! Se vc gosta de se sentir segura (foi o que pareceu no post) Acho que não teria como ser melhor com outra família! 86 e-mail bem estruturados e um 'bom dia, como estão as coisas?!' É muuuuuuito feeling do tipo, vc já faz parte da nossa família! Parabéns pelo Match e boa sorte! Torcendo pra que sua opinião sobre a família não mude! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pela demora em responder! Vaninha, acho que você tem razão. Porém o que eu quis dizer é que não fechei a família com aquele sentimento mágico que todo mundo fala. Porém agora que esta se aproximando da data de embarque já sinto o tal do feeling. Como são engraçadas as coisas não?! Muito obrigada por acompanhar!

      Excluir
  3. Adorei seu post! Fala realmente como a gente amadurece enquanto está na busca da família, pois para cada uma é diferente. Uma pode odiar morar na família x enquanto outra adoraria.

    ResponderExcluir