quinta-feira, abril 24, 2014

Fase de adaptação - Eu, eu mesmo e Thai.

Resolvi postar logo cedo, para que caso seu dia não tenha começado bem.. o meu post não vai ajudar em nada! hahahah.




Minha querida amiga Maira, me inspirou a falar desse assunto hoje. Nada mais justo, já que essa semana fará 2 meses que larguei tudo no Brasil. Pouco tempo, mas posso dizer que mesmo não saindo todo final de semana para baladas e não fazendo muitas amizades, eu estou MUITO feliz! Sabe quando você acorda com aquela vontade de limpar a casa, lavar uma louça? Pois é, ainda não cheguei nesse nível. Mas eu acordo empolgada para trabalhar, cuidar das kids e enfrentar mais um dia aqui. Aí você me pergunta: "Nossa Thaís, mas você ainda não fez amizade?" Fiz. Mas era melhor que não tivesse feito. Eu já fui para balada 2 vezes aqui. Tudo é muito lindo. Gente fina, elegante, sincera e música boa. Mas tem gente que abusa da nossa boa vontade, né? Uma das meninas que conheci nesses encontros de au pairs, ficou bêbada na 1ª noite em que eu saí aqui. Não foi nada demais, ela apenas abusou dos bons drink aliás, dos MEUS. Mesmo sem conhecê-la direito, como boa brasileira, cuidei dela. No dia seguinte, recebi sms agradecendo por ter sido tão legal com ela. Afinal, meu dia de deprê também vai chegar.

Na 2ª noite em que saímos, ela sambou na minha cara. Ela, - vamos apelidá-la carinhosamente de Aretuza*, logo entenderão por que - pediu para eu levar uma amiga dela em casa - que por sinal só tinha visto uma vez -. As duas chaparam o globo, com outro bêbado "X" que estava pagando bebidas para elas, esse estava tão sóbrio que até me deu o número do celular dele escrito em um dólar. A Aretuza ficou quase em coma alcoólico - engraçado se não fosse trágico - e a colega dela quase chegando no mesmo nível. Foi um parto de trigêmeos para tirarem elas da balada. As luzes já estavam acesas mas elas ficavam dando trela para os caras. A pior parte de ficar sóbria é assistir a tudo isso, simplesmente lamentável - fora a dancinha do acasalamento em cima do balcão do bar -. Enfim, com muito custo fomos para o meu carro. Quando finalmente coloquei a Aretuza no meu carro, ela começa a vomitar. Sim!! Aretuzooou meu carro todo. Eu até conseguia rir, mas acho que de tanto desespero. Porque como se não bastasse ela ter vomitado na calçada, ela caiu do carro e sambou no próprio vômito hahahahahahahaha e depois sentou no meu banco. ¬¬

Prazer, Aretuzaaaaaaaaaaaaaaaaaaarrhhhhbleeeh:




Bom, aconteceu que eu fiquei tão puta que fiquei sem agir. Tanto porque não era minha amiga, então eu não sentia nem vontade de ajudar. Estava desesperada demais pra ser carinhosa com a Aretuza naquele momento. A colega dela até que ajudou. Deve ter ficado com medo de mim. Até cheguei a pensar que ela estava sóbria. Mas na hora que a deixei em casa, ela caiu do carro e se espatifou na calçada que nem b... Só sei que tivemos que entrar na casa da Aretuza e colocá-la na cama dela!! 
Acordei domingo cedo, desesperada para ir ao lava-rápido. Mesmo a amiga dela tendo limpado tudo, não podia deixar aquele cheiro de lavanda no carro. Aliás, contei sim para minha família, tanto porque eu não fiz nada de errado e ficaram todo orgulhosos com a minha atitude. Óbvio que estou cobrando a menina pelo lava-rápido. Então, saibam que gente sacana existe em qualquer lugar. Não sejam bobas. Você está longe de tudo e de todos. Não pode ser boazinha. Aqui é cada um por si. 

Porque pagar 1/4 do seu salário em algo que você não fez, é demais pra mim, sociedade!



Eu ainda não me inscrevi em nenhum curso. Dependo do meu security number que não tirei ainda. Sim, estou meio enrolada. Mas essa semana resolverei. Aliás, isso é a primeira coisa que vocês devem fazer ao chegarem, meninas. Então, vira uma bola de neve e por isso não fiz muitos amigos ainda. Mas para me distrair um pouco, dou aquela brincada no Tinder e realmente me divirto! Minha amiga, ex-au pair - beijo Koguinha - me aconselhou a não sair falando para os boys que você é au pair logo de cara. Pois pode parecer que vocês está desesperada pelo green card. Então, vá com calma. (mas eu tô mesmo! brinks.)
Aqui eu vou na academia, mas parece mais um asilo. A YMCA é ótima mas não há muitos boys magias malhados. A dica da minha digníssima Maira é: saia sozinha! Isso mesmo, divirta-se com você mesma. Vá ao cinema, parque e se tiver pique por que não uma baladinha? Você veio sozinha até aqui. Nada mais natural. Não espere muito - para não dizer NADA - dos outros. Já que não vejo outra solução, começarei a colocar esse plano em prática o mais rápido. Desejem-me sorte! =)


Beijos!!


12 comentários:

  1. Anônimo24/4/14

    :O caramba! Que meninas sacanas hein! Melhor sair sozinha do que ser babá de gente sem noção! Adorei esse post! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra você ver hahaha. Obrigada. Fico muuto feliz =)

      Excluir
  2. Sair sozinha não é tão ruim assim. Eu não gosto, mas enquanto fui Au Pair eu saí sozinha para vários lugares, inclusive baladas e foram noites super divertidas. Dá pra conhecer pessoas malucas, ser maluca com elas e quando a maluquice for maluquice demais é só desaparecer, afinal é todo mundo maluco mesmo ;D
    Boa sorte por aí e divirta-se o//

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mel. Me animou muito hahaha. Hoje mesmo vou no parque =)

      Excluir
  3. Anônimo24/4/14

    meninas, sei que o que vou dizer não tem nada a ver com o assunto, mas preciso desabafar! eu quero muito me tornar uma AU PAIR mas parece que quanto mais eu corro atrás, mais noticias de trafico de mulheres aparece, já pesquisei agencias e a que me passou mais confiança foi a experimento. Alguem sabe me dizer se é uma agencia seria? posso confiar? eu to quase pensando em desistir pq eu tenho mt medo msm de toda essa crueldade! Please, Anybody Help me!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. então pessoa anônima...SE ACALMA!! Vai dar tudo certo, conheci meninas que foram pros states pela experimento e nem uma delas foi desviada pra a Turquia (e espero que continuem assim,hehehe). Então pode confiar sim baby! Ah, concordo com a Deborah em tudo.

      Excluir
  4. Olá! Eu to fazendo meu application para Au Pair pela Experimento. Por enqto, eles tem sido muito bons! Tem um ótimo suporte (por telefone, e-mail, skype, etc) e as meninas da agência são super legais e explicam tudo direitinho. Se vc for de São Paulo, recomendo vc ir na agência da Av. Paulista (próximo ao metrô Brigadeiro).

    Eu acho que essa coisa de tráfico acontece mais com quem vai sem agência, não sei.. Mas creio que indo com suporte, não tenha esse risco! Eu, pelo menos, vou sem medo.. \o/ Afinal, se for pra ficar com medo de tudo que aparece nas notícias, eu sequer sairia de casa! Heheh

    Ps.: Estou adorando as dicas e histórias do blog! Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Isso mesmo Deborah. Eu vim pela Experimento também e minha experiência está sendo ótima. Não tem erro. Você recebe toda a informação necessária. Leia mais sobre.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo24/4/14

    Aretuzou tudo hahahahhahahaha
    Com certeza antes só do que mal acompanhada. Eu ia direto sozinha no cinema, na livraria, as vezes passava no whole foods, comprava sorvete e ficava la vendo o povo passar, ia em shows sozinha, achava ótimo! Claro que também é ótimo ter amigas pra fazer as coisas, mas não que nem essas ai :P
    Boa sorte no seu ano!

    ResponderExcluir
  7. Em relação agência Cultural Care, alguma observação? Vo algumas reclamações no Reclame Aqui e estou fechando com eles para embarcar ainda este ano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna! Tem facebook? Preciso de algumas informações, pode me ajudar?

      Excluir
  8. Anônimo25/4/14

    Muito bem, Thais! Isso acontece com todas nós e com todos que fazem intercâmbio, você se sente sozinha e nunca sabe em quem confiar. Mas, aproveite a estadia na terra do Obama e, enjoy it by yourself! EUA tem muita coisa para se aproveitar, dê tempo ao tempo. :)

    ResponderExcluir