segunda-feira, julho 14, 2014

Qual o intercâmbio certo pra você?

Ser Tripulante X Ser Au Pair.



Olá pessoas lindas, tudo bem com vocês?

Primeiramente eu gostaria  de agradecer a todos pelo carinho que tive no meu primeiro post. Tive muitos comentários e meninas me adicionando e dizendo o quanto tinham gostado do post. Muitas delas também vieram falar comigo, cheias de duvidas, sobre o programa de Au Pair e o de ser tripulante de navio.
Por isso, hoje no meu segundo post vou falar sobre as diferenças entre ambos intercâmbios, e quais as características de cada um.  Assim, vocês vão poder escolher e ver qual intercâmbio se encaixa melhor com o seu perfil.  Vou explicar tudo  com detalhes do meu ponto de vista e da minha experiência. O texto parece longo, mas com essas 10 questões espero esclarecer e ajudar muitos de vocês
Vamos lá


1-    Descrição de cada intercâmbio:
#Au Pair: Um intercâmbio do qual você viaja pra outro pais, mora em uma casa de uma família estrangeira e tem a oportunidade de trabalhar como babá e estudar.


#Tripulante: Um intercâmbio do qual você embarca em um navio de cruzeiros com o proposito de só trabalhar. Você ira morar e viver dentro do navio pelo período de tempo que for o seu contrato. O meu contrato foi de 9 meses.


2-    Opções de trabalho e estudo:
#Au Pair:  A única opção para se trabalhar em um intercâmbio de Au pair é ser babá e nada mais (pelo menos legalmente).  Quanto as estudos, au pairs normalmente estudam inglês (ESL), ou se preferem podem fazer algum curso na sua área de formação. Aqui nos EUA as famílias tem de pagar $500 dólares por ano pra au pair estudar. Por isso, se você quer fazer outros cursos ou algo que custe mais, terá de pagar do seu bolso.

#Tripulante: Ser tripulante envolve vários tipos de trabalho, mas infelizmente nenhum tipo de estudo.  Existem muitos cargos dentro de um navio, desde pessoas que limpam, cozinham e servem, até animadores e dançarinos. Por isso, depende da sua experiência para conseguir um cargo melhor. Eu, por exemplo, não tinha experiência nenhuma quando trabalhei no navio, por isso não tive um cargo muito bom. Trabalhei no room service attendant, servindo comida nas cabines.


3-    Processo para fazer o intercâmbio:
#Au Pair: O processo de au pair parece simples, mas tem muitos detalhes. Já fazem quase três anos que apliquei pro programa, então vou tentar me lembrar de tudo o que fiz.  Fui pela CI no Brasil que me encaminhou para a Au Pair care nos EUA. Eles me pediram 250 horas de experiência com crianças, das quais fiz na escola em que estudei enquanto ainda estava no colegial. Pediram também prova de inglês, mas como nunca tinha estudado inglês antes, fiz um teste lá mesmo e passei. Depois, precisei pagar uma taxa para a empresa, entregar mais uns papeis e documentos e enfim ficar online. Uma vez que você esta online já poderá receber e-mails de famílias interessadas, e assim fechar com a família que você sentir que será a melhor pra você. Vocês podem ir nas agências que la eles vão te passar todos os documentos que precisam para o seu processo.


#Tripulante: Para ser tripulante é preciso passar por um processo seletivo também. Primeiro você marca a entrevista com a agencia. Eu fui pela agência Inifnity Brazil, que fica em Santos. Fiz a entrevista, que era toda em inglês, e no dia seguinte já recebi a resposta de que havia passado. Eles pedem um currículo com algum tipo de experiência, e como eu nunca havia trabalhado, coloquei que ajudava uma tia no restaurante dela e só. Depois que você é aceito, terá de fazer um curso da agência e o STCW, que é um curso que a marinha obrigada todos a fazerem sobre salvamento. Assim que tudo estiver pronto, você receberá sua data pra embarcar.


4-    O tal do inglês: 
#Au Pair: Eu acredito que o maior objetivo de alguém que queira ser  au pair é ir aprender e aperfeiçoar o seu inglês ou outro idioma, certo?! Ninguém quer ir pra outro pais só cuidar do filhos dos outros.  Mas como intercâmbios são caros, essa é uma das opções mais baratas do qual você junta o útil ao agradável. Muitas meninas me perguntam se o inglês precisa estar muito bom quando elas forem vir pra cá. Eu digo que não. Conheço muitas meninas que vieram pra cá mal falando o “the book is on the table”, e mesmo assim as famílias as aceitaram e elas aprenderam muito aqui. Por isso não se preocupem! Contanto que vocês fiquem calmas e consigam se comunicar um pouco a ponto de entender quais serão sua obrigações, a rotina, e coisas assim, será o ideal. E se não entenderem algo nas entrevistas, sempre peçam para eles repetirem ok.


#Tripulante: Assim como au pair, para ser tripulante é preciso falar ou ter um leve entendimento sobre inglês. Se você tem experiência em alguma área, mas seu inglês é péssimo, provavelmente não conseguirá um cargo tão bom assim. Quem normalmente não fala muito inglês fica trabalhando no backstage, ou seja, sem contato com os passageiros. Mas independente, seus chefes e colegas vão se comunicar com você em inglês,  então é bom que você entenda um pouco, pois lá você irá melhorar. Assim que eu fiz! :)


5-    Moradia:
#Au pair: A família que irá te receber é obrigada a te dar um quarto só seu. O banheiro pode até ser dividido com as crianças ou algo assim, mas você tem o direito de ter o seu próprio quarto.  Como você será o novo membro da casa, irá usar a casa como se fosse sua. Fazer as refeições, cozinhar, ver tv na sala, tudo normal. Pelo menos pra mim é assim. Infelizmente, muitas meninas tiveram más experiências das quais não podiam usufruir de nada na casa, muito menos comer o que queriam. Mas casos a parte assim são os do tipo que você deve ir atrás dos seus direitos e mudar de família, que é o que o programa sugere que você faça caso não esteja feliz na sua família.  


#Tripulante: Mora em navio não é pra qualquer um. Eu dividia uma cabine de 3x3 metros quadrados com outra menina, e o banheiro com mais outras duas meninas da cabine do lado. Era um apertamento total! Mas mesmo assim conseguíamos nos adaptar e fazer daquele cantinho a nossa casa por uns meses. As vezes eu ate sinto falta do balanço do mar enquanto dormia. Enfim, a comida do navio para os tripulantes é simplesmente HORRIVEL!!! O refeitório para os tripulantes é totalmente diferente do refeitório dos passageiros. Pelo menos na minha experiência, da qual trabalhei para a Costa Cruzeiros,  boa comida era puro luxo. Todos os dias o menu do almoço era: Alface, arroz japonês (sem tempero nenhum), carne de porco com curry estilo indiano,  espaguete com muito óleo, e por ultimo abobrinha cozida. Olha só que delicia o meu menu por 9 meses rsrs. Mas apesar de tudo, você pode descer nos portos e comer fora. E quem trabalha no restaurante sempre consegue dar um jeito e conseguir comida boa as vezes. Se você tem o estômago fraco, é melhor repensar a ideia de ir pro navio.


6-    Experiências:
#Au pair: O programa de au pair irá te oferecer muitas experiências. Começando pela vivência em uma nova cultura, morando na casa de uma nova família. O contato e convívio com crianças, e o processo que você irá passar ao perceber que você estará educando e criando raízes com uma criança que não é sua. Também, terá a experiência de fazer amigos estrangeiros e conhecer mais culturas, além de poder viajar pelo pais e conhecer novos lugares.


#Tripulante: é difícil ficar entediado quando se é tripulante. Como você não está vivendo uma vida “real”, pois está confiscado dentro de um navio com as mesmas pessoas todos os dias, você perceberá que sempre terá algo acontecendo. Uma festa aqui, um karaokê ali, e por ai vai.  Você também terá contato com pessoas do mundo inteiro, tanto tripulantes quanto passageiros. Poderá conhecer lugares incríveis no mundo todo, dos quais nunca pensou que existissem antes. Cada dia será um porto diferente, uma cidade nova, um pais novo.


7-    Dinheiro:
#Au pair: Ser au pair nos Eua ganha por volta de $800 o mês. Na Alemanha, França, Austria e Finlandia ganha 260 euros por mês. Na Holanda ganha entre 300 e 340 por mês. Na Belgica em media 400 euros por mês. Na Suecia 3500 SEK. Os valores podem varias meninas, só tenho mesmo a informação exata de quanto eu recebia aqui nos EUA. Por isso na agencia eles podem te passar o valor certo por ano pra cada pais.


#Tripulante: O salário de um tripulante pode variar desde uns 300 dólares até 2 mil, mas depende do cargo. Eu quando trabalhei ainda ganhava em euro, e para o meu cargo ganhava em media 600 euros por mês. Como não tinha gastos no navio, era possível juntar dinheiro. Mas como tinha muitas cidades novas, lugares para passear, restaurantes para ir, acabei gastando muito. E claro, com as comprinhas! Mas depende de pessoa.


8-    Saúde:
#Au pair: No programa de au pair você tem um seguro que cobre acidentes e quando você fica doente em geral. Mexer com seguro é chato, mas no geral eles cobrem sim. Só não cobrem vacinas, dentistas e visitas ao médicos de rotina.


#Tripulante: No navio tem médico e um pequeno “hospital”, e eles dizem que sempre que você se machucar ou estiver doente irão cuidar de você. Infelizmente tudo isso é mentira.  Eu fiquei doente e até me machuquei dentro do navio, e o que fazem no máximo é te dar uma injeção ou algo pra dor e te mandam de volta pro trabalho. E é  muito difícil você conseguir uma folga porque está doente. Por isso já vão sabendo que ficar doente lá no navio não é uma tarefa fácil.


9-    Comunicação: 
#Au pair: Ser au pair é viver uma vida normal quanto ao assunto de comunicação. Você terá seu computer, internet, telefone, whatasapp e tudo mais pra poder se comunicar com os parentes e amigos. Mesmo com a distancia, será mais fácil para matar a saudade.


#Tripulante: A comunicação no navio é difícil. Tem internet a bordo, mas muito caro. A solução é ter um chip de celular de algum lugar que o navio vá parar mais vezes, pois dai da pra você ligar; ou usar o cartão de telefone de alguma cidade mesmo. Outra solução é usar o wifi dos lugares que você for. Mas com muito trabalho e falta de tempo, você deixará de se comunicar muito com a sua família e as pessoas de fora.

10-Desgaste físico e psicológico
#Au pair: ser au pair tem um grande desgaste psicológico, pois você estará morando e trabalhando em um novo pais e longe da sua casa e família. Isso é algo normal que acontece. Já quanto ao gasto físico é médio também, pois cuidar de crianças e correr pra lá e pra cá não é fácil.

#Tripulante: ser tripulante tem um algo desgaste, tanto físico quanto psicológico. São longas horas de trabalho sob muita pressão, por isso vão preparados!

       Depois dessas dez perguntas e respostas, espero ter esclarecido quase tudo sobre minha experiência em ambos os intercâmbios. Amei ser tripulante, assim como também amei ser au pair. Escolhi ser tripulante primeiro pelo fato de querer fazer faculdade aqui nos EUA depois de ser au pair, então achei mais viável ir primeiro pro navio e depois vir cá ser au pair. Recomendo os dois intercâmbios a todos, e sempre digo que ambos são experiências únicas  Por isso pensem direito sobre quais são seus objetivos, que com certeza vocês escolherão o intercâmbio ideal!

     Espero que tenham gostado deste post que fiz com muito carinho a todos os futuros tripulantes e au pairs. Qualquer outra duvida estou a disposição.

Beijos,

Camila de Almeida.



10 comentários :

  1. Camilaaa, super adorei o post. Me tirou várias dúvidas que foram surgindo durante essa última semana.
    Obrigada pelos esclarecimentos!! :)

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Grazi, fico feliz que tenha gostado e que tenha te ajudado. Se ainda tiver duvidas so me falar.
      Beijao

      Excluir
  2. Anônimo14/7/14

    Camila , AMEI !!!
    Me deu um mega alivio, pois estava quase desistindo do au pair por conta do inglês :( ...
    Mais depois dessas dicas , estou mais confiante :)
    Obrigada beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, que bom que te ajudei e te deixei mais confiante. Tem de ser assim mesmo!
      Boa sorte, beijos

      Excluir
  3. bem diferente os intercambios... soh faltou comparar o orçamento do valor pago as agencias antes de embarcar para ambas as aventuras =] Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Gisella, obrigada por notar isso. Eu realmente não coloquei muito sobre os valores pois infelizmente eles mudam todo tempo e todo ano. Eu quando fui pro navio paguei o curtos do STCW 500 solares, e agora ja esta mais caro. E o de au pair a mesma coisa, esta aumentando todo ano. Por isso a melhor coisa eh ver cada agencia, pois os valores variam. Qualquer outra duvida estarei as disposições, beijos

      Excluir
  4. Caa :) amei amiga otimo seu post! Adorei. Obrigada pela sua experiencia. :)

    Preciso te contar tudo depois :) estou dando entrada no processo.

    Beijos ":) te amo e to com muitas saudades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga linda, obrigada por visitar a pagina e ler meu post!!
      Quero saber tudinho sim e te ajudar no que precisar!!!
      Te amoooo bjoos

      Excluir
  5. Como sempre, você arrasa! Tenho muitoooo orgulho em dizer que te tenho como amiga e admiro sua história Cami, desde o embarque no navio..
    Final de ano estarei dando entrada no processo de Au Pair e dessa vez é pra valer rs
    Nos falamos e eu te conto direitinho!! Bjos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga linda!!! Mentira, não acredito!!! Eba que demais!!!! Me manda recado depois que quero te ajudar no seu processo e acompanhar tudo de pertinho!!
      Beijos

      Excluir