sexta-feira, agosto 15, 2014

Como é morar em Estocolmo/Suécia

 Oi gente, tudo beleza? Mudei de dia com a Luana porque eu estava de férias (maravilhosamente bem, diga-se de passagem) e agora só a mesmice de sempre de volta, haha.

 Já escrevi aqui como eram meus dias de au pair e hoje lhes escrevo como é a vida aqui em Estocolmo, no geral - leiam abaixo ;)

                              


 Me apaixonei por Estocolmo desde a primeira vez que vim - e pra ajudar, apaixonada por um sueco ;)
 Aqui é um lugar de pessoas calmas, bonitas e estilosas. Mas elas também podem ser ranzinzas e impacientes na primeira filinha que aparecer.
Moro num lugar tão, mas TÃO lindo, que até a olho nu parece mentira. Todos os parques, rios, lagos, casas, são obras de arte pra qualquer pessoa. A história que foi vivida aqui e até hoje é mostrada, o orgulho de uma nação, a organização, a receptividade, é ímpar.
 Chuva não e motivo pra correr com crianças, pessoas têm barcos nos quintais de casa, portões só servem de decoração, transporte tem hora pra ir e vir (se não vier, pegue um táxi e seja reembolsado!), animais silvestres são vistos rondando quintais de casa (perdi a conta de quantas lebres, bambis e raposas eu vi no ano de au pair), tem um pica-pau que mora na árvore do lado de fora do meu quarto, torneiras sempre tem água fria E gelada, saúde pública funciona, há escolas para imigrantes aprenderem sueco de graça (sem desculpas, hein?!), quase todos suecos falam inglês praticamente perfeito. O país não tem religiões extremas e expostas a toda hora, na verdade a maioria é atéia. 

Pode parecer uma versão bem romantizada da minha vida, e não estou dizendo que ela é perfeita, mas perto do que eu vivia em São Paulo (quem mora lá sabe, é uma relação de amor e ódio com aquela cidade, sujeira, pessoas zoadas e mal-educadas, transporte que não funciona, saúde ridícula, etc) eu vivo aqui no paraíso.
 Eu só vejo alguns pontos negativos de morar aqui, como o custo de vida e impostos (30% do salário #tdschora), mas isso ajuda quando convertemos o dinheirinho pra euros ;) E como eu sou arroz de festa shows, fico meio jogada ao vento aqui porque as bandas vão mais pro Brasil do que vêm pra cá! Tudo aqui vai pra Alemanha e mesmo sendo do lado da Finlândia, quedê bandas finlandesas aqui, meldels? E claro, o frio do capiroto e escuridão todo ano que parece que dura 10 meses... mas dura 8.

 Bom, isso é um pouquinho da vida aqui, se tiverem alguma pergunta, só escrever nos comentários!
Pra saber sobre como ser au pair na Suécia, acesse aqui!

Beijos e até a próxima!
~

Meu Blog Pessoal (desatualizado, mas têm bastante infos lá!)

3 comentários :

  1. Letícia, uma dúvida, na Suécia você não mora na casa da família? Ou é opcional? Fiquei com essa dúvida, obrigada. Ótimo post, beijão. :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leila! No meu caso, eu ja acabei o ano de au pair e agora trabalho com 3 familias mas nao moro com nenhuma delas. No meu ano de au pair eu morava alguns dias da semana com a familia e outros dias com meu namorado. Mas normalmente a au pair mora com a familia sim :) beijo!

      Excluir