sábado, abril 25, 2015

Dicas de viagem: Bavária, na Alemanha!




Na Alemanha é assim: compra-se um ticket de trem, entra-se nele e em até seis horas cruza-se o país todo. Tem gente que acha seis horas muito tempo, quase um dia, ou metade dele. Eu considero a viagem parte da viagem, na real minha viagem já começa enquanto eu organizo um roteiro, não necessariamente apenas quando eu chego ao meu destino.

Enquanto Au Pair eu tinha os finais de semana livres, eram raras as vezes em que me pediam para cuidar das crianças num sábado à noite, ou no sábado e no domingo. Experimentei ficar em casa algumas vezes, mas... fica pra outra vez essa história. Bora pros trilhos!

Viagens de final de semana eram mais curtas, e eu pensava o seguinte: chegando no lugar até o meio dia de sábado pode ser, se passar disso não vale a pena. Isso porque a volta seria na tarde de domingo e, como o último trem chegava na cidade onde eu morava às 21:15h, eu teria que sair razoavelmente cedo de onde quer que estivesse para cumprir os horários, ou seja, eu perderia quase a tarde toda do domingo.

Minha base era Neuendettelsau, cidadezinha-inha-bem-inha a 40km de Nürnberg, na parte mais linda da Alemanha: a Bavária! E o que tem de cidadezinhas lindas e charmosas na Bavária é lindo de ver!

Então, aqui vão algumas sugestões de cidades bonitinhas e charmosas e turísticas que ficam na Bavára:

Würzburg - vinhos e vinhos e - tcharan! - mais vinhos.
De Nürnberg dá pra fazer bate-volta tranquilamente, de trem regional.
A cidade não é lá muito grande, e a parte mais encantante é a margem do rio Main. Ah, e tu já assististe o filme "Os três Mosqueteiros"? O palácio que aparece no filme represando Versailles é, na verdade, o Residenz nesta cidade ;)

 

 vista da cidade e Forte Marienberg


Bamberg - a terra da cerveja defumada
Lá é produzida uma cerveja defumada ruim pra dedéu, mas bem famosinha.
Também dá pra fazer bate-volta de Nürnberg, e vou resumir a cidade nesta foto:

 prédio da prefeitura



Nürnberg - o coração da Alemanha.
A minha favorita por diversos motivos. O principal: era a cidade grande mais perto da minha cidade pequena. Quando eu tava triste eu ia pra lá, quando eu tava alegre eu ia pra lá, quando não tinha o que fazer e não queria gastar dinheiro ia pra lá, quando o céu tava azul eu ia pra lá, quando o céu tava branco eu também ia pra lá. E tinha o pão quentinho da padaria na esquina, e o cheirinho de café e todo aquele povo alemão apressado falando alemão.

 centro antigo da cidade

ao fundo, a construção era o Salão do Congresso do Partido Nazista. Hoje é um museu.


Rothenburg ob der Tauber - onde é natal para sempre
Uma das mais preservadas cidades medievais da Alemanha.
Pode ser visitada em um dia, como bate-volta ou uma parada entre uma cidade e outra. ;D

uma rua bonitinha



München - vem pra festa você também ;)
Ah, essa cidade é um encanto escondido. Tão escondido que eu ainda procuro, mas é a terra da Oktoberfest e capital da Bavária. De Nürnberg também dá pra fazer bate-volta, mas Munique merece mais que um dia ou, ao menos, uma noite.

prédio da prefeitura da cidade

Pertinho de Munique, em Dachau, há um campo de concentração aberto para visitação. Não é cobrada entrada para fazer a visita, mas cobra-se pelo áudio guia/visita guiada. Como o valor é praticamente o mesmo, interessante a visita com guia para ter uma ordem. Depois cada um fica livre para ficar vagando pelo lugar. Os horários das visitas guiadas estão nesse site


De Munique também dá pra fazer um bate-volta até Füssen/Schwangau, onde fica o castelo Neuschwanstein (o castelo da Cinderella). Este castelo vale uma visita em qualquer estação do ano, mesmo que tu não consigas visitá-lo por dentro. A paisagem ao redor é estonteante!

Castelo Neuschwanstein

Para visualizar melhor as distâncias e horários, vale a pesquisa no site da DeutscheBahn (se tu não sabes alemão troque o .de para .com ao final da url).

Até a próxima o/



Nenhum comentário:

Postar um comentário