terça-feira, junho 23, 2015

Hora de Falar Serio e Cuidar da Saúde!

Ola pessoal!

Mais um dia 23 chegou e mais uma vez estou aqui!

Hoje eu decidi falar de um assunto bem serio (na minha opinião no caso), sobre como lidar e o que fazer caso você sofra algum tipo de problema psicológico durante a estadia aqui nos EUA.
Eu decidi tocar nesse assunto porque a umas duas semanas atrás eu vi um post no famoso "grupao" (Au Pair) de uma menina que fez um post super polêmico, não falando nada com nada e etc. Muita gente comentou no post, que a menina devia estar sob o efeito de algum entorpecente e etc. Bom, semana passada a mesma menina apareceu novamente e veio explicar que o post foi feito durante uma crise dela de bipolaridade, conhecido como "manic attack" (ataque maníaco). Ela explicou lá no post que foi diagnosticada aqui nos EUA e devido ao estado avançado etc, decidiu voltar ao Brasil e ficar com a família. Ate então, ela não sabia que tinha esse tipo de depressão, mesmo tendo tido alguns outros episódios de bipolaridade antes.



Depois de ler esse post e tal, eu fiquei pensando: "- imagina o tanto de meninas que as vezes tão sofrendo problemas parecidos e não sabem o que fazer ou pra onde correr?". Portanto, vim aqui dividir minha experiência e tratamento pra que vocês saibam que existe ajuda sim, mesmo estando aqui!
Eu tenho um tipo de depressão chamado Distimia. Fui diagnosticada na adolescência e atualmente estou na minha terceira crise (pelas minhas contas). A minha primeira crise foi com uns 12 anos, depois dos 15 aos 17 e agora completo 2 anos da minha crise em outubro (eu conto a partir do meu primeiro ataque depressivo). Como muitas de vocês sabem, eu estou aqui nos EUA a quase 4 anos (completo 4anos em agosto). Meu ultimo episódio começou logo depois que comecei a cursar a faculdade aqui e por volta das minhas provas do meio do semestre. O estresse que eu passei aquele ano foi imenso. Troca de visto, dar entrada no college, esperando ansiosamente a resposta do visto (que demorou 5 meses no meu caso). Sem contar que devido a demora na resposta, não conseguia renovar minha carteira de motorista, ou seja: não podia dirigir pois não tinha carta.

Foi muito estressante, e todo esse estresse desencadeou minha depressão e por meses, crises atrás de crises eu não procurei tratamento. Porque? Porque eu estava em negação, não queria aceitar que estava doente novamente. Eu havia prometido a mim mesma que não deixaria eu ficar depressiva de novo... Como se conseguíssemos controlar nossas emoções nessas horas. Mas não teve jeito galera, porque a cada crise eu estava piorando mais e mais. Em uma dessas crises, eu disse a mim mesma "-chega!". Eu cheguei ao fundo do poço e em uma tentativa de não perder o que eu tinha conquistado aqui, comecei meu tratamento. Meu seguro de saúde daqui cobriu quase 100% das minhas consultas. Estou tomando remédio todos os dias e esse mês de junho faz um ano que minha vida mudou. Depois de um mês que eu tinha começado o tratamento, eu já me sentia uma outra pessoa.

Motivo disso tudo e que, quando estamos aqui fazendo nosso intercambio como Au Pair, e/ou depois caso ficamos por aqui como estudante, o estresse e mudanças são gigantescos. A maioria das pessoas pensa primeiramente em recorrer a família ou amigos em momentos difíceis, quando se sentem tristes e pra baixo. Mas no entanto, quando estamos mais pra baixo que o habitual, os conselhos de familiares e amigos serão, muitas vezes, o mesmo de sempre "- e só uma fase, fulano!" ou "-tudo vai ficar bem, você vai ver!". Mas caso seja alguma doença depressiva, a tendência e ficar pior sem tratamento.

Quando estamos aqui, nos enfrentamos muitos desafios, pressões e ansiedades que podem nos levar a se sentir oprimido. Nos estamos vivendo por conta própria, em outro pais, muitas vezes pela primeira vez. Sentimos muitas saudades de casa... tudo isso e mais, são fontes de estresse que podem desencadear algo mais serio.

Por isso meninas, caso estejam pra baixo, mais deprimidas e etc, procurem tratamento medico. Não tenham vergonha de enfrentar e procurar ajuda. As vezes pode ser que não seja nada, mas caso seja se cuidem! Vamos todas aproveitarmos nossas experiencias por aqui, de uma forma saudável e feliz!

4 comentários :