segunda-feira, junho 22, 2015

Os 3 casos mais assustadores do mundo Au Pair

Hoje vou contar para vocês algumas das histórias mais assustadoras e misteriosas que já ouvi. São histórias de traição, assassinato, suposto suicídio e coisas que jamais imaginamos que possam acontecer em um intercâmbio tão popular quanto o au pair. 


1- Caso Stephen Grant 

No dia 14 de Fevereiro de 2007 , Stephen Grant reportou o desaparecimento de sua esposa Tara Lynn Grant à polícia de Macomb County Michigan. O casal já enfrentava algumas crises no relacionamento havia algum tempo, Tara era uma executiva que fazia diversas viagens a trabalho e em agosto de  2006, Verena Dierkes , 19, veio da Alemanha para ser a au pair da família. Verena era uma jovem muito atrante, e com as constantes brigas no casamento e a ausência de sua esposa, Stephen não tardou a se apaixonar pela au pair. Verena alega que ela e Stephen tiveram relações mais íntimas apenas após o desaparecimento de Tara, na noite em que ela desapareceu, Stephen convenceu Verena a dormir com ele na cama que ele dividia com a esposa. A agência de Verena a mandou de volta para a Alemanha no dia 17 de Fevereiro, dias após ela testemunhar a favor de Stephen, e continuou se correspondendo com ele por email até o dia 03 de março, quando Stephen estava em fuga da policia e a ligou contando toda a verdade. Stephen assassinou sua esposa estragulando-a até a morte e desmembrando o seu corpo e guardando-o em partes espalhadas pelo porão da casa.
Mais detalhes sobre esta história horripilante pode ser vista neste documentário - The au pair affair (infelizmente só achei a versão em inglês )

Tara Lynn Grant



Stephen Grant
Verena Dierkes

2- Caso Jhessica Freitas

A jovem Jhessica foi encontrada enforcada dentro de um guarda roupa  no dia 01 de abril de 2012, na casa da host family com quem morava em Long Island - NY. Dois dias antes deste ocorrido, a jovem babá havia conversado com os pais brasileiros por telefone. No atestado de óbito consta que a causa da morte foi autoenforcamento (suicídio), porém a família de Jhessica contesta essa versão. 

"Nossa filha estava feliz! Não acreditamos que ela tenha 
cometido suicídio.A morte da Jhessica nunca foi investigada e 
lutamos para que isso mude. Em 2013, conseguimos uma liminar da justiça para realizarmos  a exumação do corpo e foi constatada a presença da substancia doxilamina no organismo da nossa filha. Mais de 1 ano depois, a substância, popularmente conhecida como "boa noite cinderela", foi detectada no fígado da nossa filha, indicando que a dosagem inicial da substancia era muita alta no momento de sua morte. Caso contrário, tal substancia seria dificilmente detectada. Nunca obtemos nenhuma informação conclusiva do que aconteceu. Buscamos respostas!  "

Outra parte estranha desta história, foi que o patrão revirou o quarto de Jhessica antes da polícia. A família da jovem alega ainda que alguns pertences da filha jamais foram devolvidos, como um cordão que ela nunca tirava e o anel que ganhou deles aos 15 anos.
A família de Jhessica busca por justiça e esclarecimentos acerca da morte da filha. 

Mais informações sobre o caso da Jhessica podem ser encontradas na página de apoio que criaram para ela no facebook

Aproveito para deixar aqui os meus sentimentos para a família da Jhessica, e que consigam encontrar a justiça que buscam. 

Jhessica, descanse em paz linda :/


Jhessica Freitas, 20 anos.
3- Caso Ana Amélia Santos Cuoco 

No dia 07 de agosto de 2008, Ana disse à sua host family que estava doente e não trabalharia naquele dia. Secretamente, neste dia, ela deu a luz à um bebê em seu quarto. Pouco tempo depois o corpo da criança foi encontrado pelas host kids que desceram ao quarto de Ana para parabenizá-la pelo seu aniversário. Ana sabia que estava grávida e temia ser retirada do programa Au Pair. Ela confessou ter asfixiado o seu bebê, após isso, cortou o cortão umbilical, enrolou a criança em uma toalha e colocou dentro de uma sacola plástica, a qual guardou dentro do closet.
Atualmente Ana Amélia cumpre pena em um presídio estadual da Pensilvânia, sua sentença expirará no dia 09 de agosto de 2033. 

Ana Amélia Santos Cuoco, 28 anos


É isso pessoal, se vocês conhecem alguma história assustadora do mundo au pair, deixem registrado aqui nos comentários.
Volto aqui dia 22 do mês que vem.

Quem gostou desse post e quiser conhecer mais o meu trabalho, acesse o Pensamento Livre  e curta a minha página no facebook.

Vanessa Guimarães 



15 comentários :

  1. Esse primeiro cara era psicopata total! Bizarra a história!

    Além dessas uma vez eu vi de uma sueca de 19 anos que foi pra uma balada em NY e encontraram ela morta numa lixeira no dia seguinte e acho que até hoje não foi solucionado! 😕 a gente nunca imagina que essas coisas podem acontecer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus que coisa horrível !
      Tem muita história tensa que não foi pra mídia né, me dá medo de imaginar isso acontecendo comigo :c

      Excluir
    2. Parece que na época essa foi pra mídia sim, super escândalo, a balada que ela tava era pra maior de 21 apenas e ela tinha 19, acabou fechando depois de um tempo... Acho que é da década de 90 esse caso, se não me engano! O horror!

      Excluir
  2. Não vou dormir a noite 😭

    ResponderExcluir
  3. E há mais... Uma AuPair Alemã que ficou 2 anos nos USA. No mês de viagem foi para o Hawai e morreu depois de ter sido atacada por um tubarão... Conseguem imaginar a dor da família que esperava por ela? Nem quero pensar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraaaaca não acredito ! Deve ter sido muito ruim :c

      Excluir
    2. Ela vivia na mesma cidade que eu e era da minha agencia...

      Excluir
  4. A história da Ana Ameli eh da minha época de aupair . Ela morava na mesma regiao que eu,éramos da aupair care e eu a tinha como amiga no orkut , e quando aconteceu eu nao consegui acreditar. Ela tinha acabado de voltar de ferias e tinha tirado fotos de biquini em Miami e nem parecia grávida. Ja se passou quase 8 anos desde então

    Mas um caso que me impressionou muito foi o da brasileira Ana Elisa toledo , que morava em Denver e foi assaassinada pelo ex namorado tcheco , no porao da casa da host family com mais de 70 facadas e ninguem ouviu. Ele se confessou e pegou prisao perpétua. Foi mto triste essa história

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nathy,

      então acho que somos da mesma época. Eu fui em 2007 e voltei em 2009

      Sempre tenho curiosidade sobre que fim deu a tal Ana Amélia. Aqui diz que ficará presa até 2033 em outros lugares dizem coisas diferentes.

      E esse de Jhessica, como está a estória. Não encontrei informação atual.

      Beijo meninas e boa sorte para quem está indo agora!

      Excluir
  5. Viajei junto com a Ana Amélia, tiramos o visto juntas um mês antes da viagem em 2008. Ficamos os primeiros dias em NY juntas, fazendo um curso padrão da Au Pair Care antes de cada uma ir para sua host family. Logo que chegamos em nossa host city, nos falávamos por telefone, quase todos os dias. Ela nunca me falou da gravidez, nunca deu nenhum sinal de que estava esperando um bebê, quando fiquei sabendo de tudo isso eu fiquei desolada, não conseguia acreditar... ela podia ter me contado, ela podia ter buscado ajuda. Eu morava na Califórnia e lá o aborto era legalizado. Até hoje sofro pensando em como ela esta, se está bem, se está viva, se está consciente... é tão complicado, não julgo, só busco informações sobre ela mas pelo visto teremos informações só lá em 2033, se ela estiver viva até lá.

    ResponderExcluir
  6. Tem o caso da Au pair que chegou em casa e encontrou a família toda assassinada pelo HD.

    ResponderExcluir