quinta-feira, outubro 29, 2015

Se chorar resolvesse problemas...

Bom galera, aqui estou eu pra mais um capítulo da minha nada mole vida de Au Pair. Pra quem tem acompanhado sabe que no último post eu saí da casa da minha host mom maluca com a roupa do corpo e fui pra casa de uma amiga. Cheguei lá era mais de meia noite, chorei, chorei, esperando que no dia seguinte eu encontrasse uma saída para aquele pesadelo. 
No dia seguinta, uma segunda-feira, acordei querendo me enfiar num buraco bem fundo, assim ninguém poderia me achar, mas concordemos que essa vida de Au Pair ao mesmo tempo que nos faz mais frágeis, também, nos faz mais fortes. Então liguei para a minha LCC, contei tudo o que havia ocorrido, e ela, disse que estava do meu lado e que iria me ajudar. E naquele dia mesmo ela foi me buscar e fui pra casa dela. Acho que de tudo o que passei, a pior sensação foi chegar na casa da LCC e ela me aprensar a living room como meu quarto e o sofá como minha cama, sim, era ali que passaria meus próximos quinze dias. 





Ela então me falou das regras da casa, disse que eu teria duas semanas para arrumar uma família e que se não arrumasse voltaria para o Brasil. A última coisa que eu queria era voltar pro Brasil, mas naquele momento, naquela primeira noite dormindo no sofá, me sentido sozinha como nunca, eu desejei minha família, meu quarto, minha cama e minha vida de volta. Desejei nunca ter deixado meu país. Desejei que eu pudesse voltar no tempo e fazer tudo diferente. 



Meu primeiro dia na casa da LCC foi péssimo, eu não queria comer, não queria fazer nada, minha vontade era de ficar jogada no sofá. LITERALMENTE.
Nenhuma família no perfil. Conversei com meu pais e falei da minha vontade de largar tudo e voltar pra casa. Meu pai nunca gostou da ideia de eu morar em outro país, mas naquele momento ele me disse que eu já voltaria embora se não arrumasse familía, e que se ele fosse eu, esperaria os quinze dias com paciência porque ele tinha certeza que algo de muito bom iria acontecer pra mim. Acreditei naquilo, eu tinha que me agarrar em alguma coisa, então, resolvi que se teria que esperar e ser paciente, eu o faria da melhor maneira.
Fiz amizade com a Au Pair da minha LCC e comecei a ajudá-la nas tarefas diárias. Decidi que seria feliz, mesmo tendo todos os motivos para querer só chorar o tempo todo.
Foi quando minha LCC me ligou dizendo que minha ex host mom não queria nem que eu nem que a LCC buscasse minhas coisas, ela disse que na casa dela eu não pisava mais, e que ela colocaria minhas coisas na mala e mandaria me entregar. Me senti totalmente humilhada, não poder nem pegar minhas próprias coisas?? Foi quando a LCC me disse que se eu quisesse eu poderia chamar a polícia, porque era de meu direito pegar minhas coisas de volta. Fiquei sem saber o que fazer, sem saber como reagir, mas, tomei minha decisão. 

4 comentários :

  1. Vem conferir meu processo para ser Au Pair ! www.luckforus.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus você foi muito forte conseguindo passar por tudo isso. Te desejo tudo de bom, e espero que as coisas tenha melhorado.

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus você foi muito forte conseguindo passar por tudo isso. Te desejo tudo de bom, e espero que as coisas tenha melhorado.

    ResponderExcluir
  4. Oiii!!! Você tem algum blog individual para que possa ver o que aconteceu desde o início?

    Força aí!

    ResponderExcluir