domingo, junho 10, 2018

A família adotou um animal de estimação: como se adaptar à nova rotina?

Menos de dois meses com a host family e eles adotam um animal de estimação. Aí damos as boas-vindas ao novo membro da casa: um cachorrinho. Mas e agora, como se adaptar à nova rotina?


Durante umas das conversas por Skype, a minha host family perguntou se eu gostava de animais. Respondi que sim sem nem pensar duas vezes. Afinal, eu amo pets e adoro ajudar nos cuidados!

E esse foi um dos pontos indispensáveis para o match. É claro que o pet não é responsabilidade da au pair, mas a rotina da casa muda.

Novas atividades são distribuídas entre os moradores, tais como passear com o pet, brincar, treinar, alimentar etc.

Então, além das crianças, algumas tarefas relacionadas ao animalzinho podem ser passadas à au pair. E aí, como se adaptar?

Com base na minha experiência, é interessante seguir alguns passos:

 

1 – Seja flexível


Os horários e as tarefas podem mudar, por isso seja flexível para cumprir um novo schedule (dentro da sua carga horária, claro) se for necessário.

2 – Tenha paciência


Um animal na casa é quase que outra criança querendo a sua atenção o tempo todo. Logo, a paciência deve ser redobrada.

3 – Esteja aberta para novas responsabilidades


Uma forma de se adaptar à nova rotina é se abrir para novas tarefas e responsabilidades dentro daquilo que você se sente confortável.

4 – Trate o pet como um novo membro da família



Na maioria dos países europeus, o animal de estimação é um membro da família e deve ser tratado como tal.

Aqui na minha host family (Bélgica), o filhotinho tem passaporte, teacher e doctor próprios, por exemplo.


5 – Seja consciente de que o animalzinho não é seu


Se apegar muito ao pet não é a melhor saída para se habituar com a nova rotina. É importante manter o profissionalismo.

Por isso, seja consciente de que o animalzinho não é seu e aproveite os momentos com ele assim como você faz com as crianças.

E aí, será que é fácil?


A adaptação nem sempre é fácil, mas com um pouco mais de esforço e tempo tudo acaba se saindo bem!

E se você não gosta de animais em casa, talvez seja melhor deixar isso claro com a host family para evitar as chances de frustração durante o seu ano como au pair.

Ah, e fique à vontade para compartilhar a sua experiência, opinião ou dúvida sobre o assunto deixando o seu comentário abaixo 😊

Um beijo e até mês que vem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário