quinta-feira, novembro 08, 2018

A CRISE DOS SEIS MESES

Hello people! 

Vamos falar sobre crises? 

Esses dias vi um post no grupão perguntando sobre a crise dos seis meses e automaticamente pensei: "Wait a minute, eu vou fazer seis meses dia 14, será que é por isso que eu to tão reclamona e rabugenta? " Sim! e também porque eu virei a minha mãe nesse programa de au pair, mas essa é uma outra história....

Vamos aos fatos: Crise durante o au pair é a coisa mais normal do mundo, tem a homesick, tem o cultural chock, tem a crise dos seis meses, tem a crise de todos os meses e tem a crise de todos os dias.... É uma montanha russa de sentimentos e emoções todos os dias e a todo minuto como nunca antes em nossas vidas. Então como é que lidamos com isso? (Também tô tentando manas) Mas vou tentar ajudar.


Uma coisa que temos que levar em consideração primeiramente é que ficamos muito mais emocional e muito mais sensíveis no intercâmbio, por estar longe de casa e da família e de ter que ser tão responsável o tempo todo. Depois tem a montanha russa de sentimentos com as kids, num minuto você está querendo matar eles mas não pode e no outro está amando como se fossem as crianças mais fofas do mundo. Acontece comigo também e o tempo todo.

Mas então porque a crise dos seis meses? Por que aos seis meses nada é mais novidade, nada é mais tão incrível e diferente da sua realidade anterior, você já se acostumou com o país, com a língua, com o estilo de vida, com a cidade, já viu que $5 e $10 de brusinha NÃO é barato e que não dá pra fazer todas as compras, viagens, sair pra comer e ir pra balada tudo de uma vez com $195,75. Com seis meses aquelas manias e outras coisas da host Family que te irritam e você sempre relevou já não são mais tão fáceis de levar numa boa assim e você se pergunta: What the hell que eu to fazendo aqui? Dá vontade de jogar tudo pro alto e ir embora pra casa comer a comidinha da mamãe? Dá! Mas vamos ter calma.

Antes de qualquer coisa você é um/uma vencedora! Você chegou até aqui, venceu todos os seus limites e superou desafios e está sobrevivendo a tudo isso, parabéns! Então isso significa que se você chegou até a metade, você consegue ir até o final também. Às vezes tudo o que falta é parar para refletir antes de continuar....

Com seis meses de intercâmbio, quantos dos seus sonhos e objetivos você já concretizou? Comemore eles! E quantos ainda faltam? Corra atrás deles.

Pense na extensão: É uma possibilidade pra você? Já está estudando pra completar os créditos do primeiro ano? Reflita e avalie se você quer ser au pair por mais um ano da sua vida e quais são os prós e contras. 

Pense no seu futuro: O que você vai fazer depois do au pair? Quais são seus planos e o que você precisa pra chegar lá? Dinheiro? Mais estudo? Mais esforço.... o quê? Corra atrás disso! 


Converse com suas amigas do au pair: Converse com as manas e manos que estão aqui há mais tempo, escute conselhos e opiniões, avalie racionalmente cada passo que você vai dar daqui em diante porque nosso tempo aqui é limitado e temos que fazer boas escolhas a todo momento.

Pense em você: O que vai te fazer feliz daqui pra frente? Tenho certeza de que assim como aconteceu comigo, sua cabeça mudou muito e a forma como você enxerga o mundo também e as coisas que você quer também. Então se priorize! Jamais pense que seus sonhos são inatingíveis ou impossíveis e jamais deixe pra trás algo que te faria feliz pra satisfazer outra pessoa ou qualquer outra pessoa.


Esteja aberta a novas possibilidades! Nunca sabemos as portas que a vida irá abrir, mas tenho certeza de que se você chegou até aqui, você pode ir mais longe e conquistar muito mais coisas.

Todos esses conselhos servem pra mim também manxs e estou me dedicando a seguí-los. Prometo!

Beijos e até o próximo post.

Bárbara Costa
insta:@barbaramtcostaa

Nenhum comentário:

Postar um comentário