sexta-feira, outubro 19, 2012

Who's gonna be the next?

Hi folks!  =-)

Mais um mês se passou e chegamos ao dia 19, e o assunto do dia é...

A próxima vítima  au pair!

Eis que vai chegando o final do programa, e, a hipótese aqui é que, seu ano (ou dois)  foi (foram) lindo (s), você ama a suas crianças, seus hosts são fofos, mas... chegou a hora de marcar a passagem para ir embora... chega o e-mail da agência, você senta com a family e decide qual é a melhor data para todos e ai chegou a hora de eles escolherem e...

Quem vai te substituir!!!!



A palavra substituição dói, não dói?

Pois é, ai começam a passar mil coisas pela cabeça: será que ela vai cuidar das kids direitinho, será que ela vai mantê-los educadinhos (o trabalho que muiitas aupairs tem de colocar as kids na linha) será que ela vai mantê-los limpinhos?

Ai você fica lá torcendo para que seus hosts peçam que você indiquem alguém... onde surgem os anúncios no facebook, mas é claro que antes de indicar, você vai analisar o "currículo" e o facebook da menina e depois de ver se ela pode ser  o que você para os seus anjinhos, passará o contato para frente.

Obviamente, que você não fara isso por maldade, mas é uma época em que os sentimentos ficam a mil (como se já não tivessem ficado no preenchimento do app, na escolha da família e no match, na hora do visto, no embarque, homesickness...) tudo que é relativo a próxima au pair, te chateia.

No meu caso, eu tava com vontade de vir embora... porém na hora que eu ouvi no skype meus hosts falando com a menina que queriam match, eu me debulhei em lágrimas, pois minha hora de dar adeus à tudo aquilo estava chegando e chegando aquele sentimento de dúvida de quando veria e viveria tudo aquilo de novo, como seria meu kido maiorzinho e outras coisas.

Tive sorte, a menina que me substituído é  super gente boa, perguntou tudo o que eu fazia com ele e procurou manter muitas das coisas que eu fazia, afinal, ele é um menino muito bonzinho e qual au pair não quer a receita? Não me preocupava enquanto ela estava lá, pois sabia que ela estava fazendo um ótimo trabalho cuidando do Zézinho (o apelido que dei carinhosamente para ele). Viramos amigas e mantemos contato até hoje! Ela retornou e mesmo morando em cidades diferentes mantemos contato, nos visitamos e agora somos duas para tentar obter notícia das kids. (sim, agora são 2)

Ela e eu não teve a mesma sorte que eu tive, não pode vir embora sossegada pensando que as kids estariam em boas mãos, diferentemente da minha vez, na vez da substituição dela, não pediram opinião e nem nada, e ao invés de trazerem uma brazuca, não se mexe em time que está ganhando trouxeram uma tailandesa a qual suspeitamos que não tinha experiência com kids, pois ela chorou quando viu a fralda cheia de poo poo da bebê. A gota d'agua foi quando vimos no facebook uma foto do menino andando sozinho e em distância considerável dela na plataforma do metrô, juro que a minha vontade naquele dia era salvar a foto e mandar para a host. Mas não era da minha conta, pois não era meu filho. Graças a Deus deu rematch!

Infelizmente a gente vive um ano lindo, se apega as kids, mas não, eles não são nossos filhos. São apenas crianças que também vão ter que sofrer com a dor da separação assim como nós, vão ter que aprender o que é a troca de au pair, o que é só falar pelo skype e quem sabe um dia você vai poder visitá-los. O que resta pra gente é torcer e rezar para que achem alguém que seja como a gente e mantenha as kids seguras, limpinhas, educadinhas e bem alimentadas. Pelo menos isso!

That's all for today!

Até o mês que vem!

Beijos =-)

3 comentários:

  1. Ai que tristeza! Eu nem cheguei lá e já imagino como deve doer. O melhor sou eu que tenho ciumes da AP atual haha Cara, ela está lá desde que minha neném nasceu, imagino como ela está se sentindo e como vou me sentir um dia! Ah, não quero nem pensar haha

    ResponderExcluir
  2. Pois eh amiga... a gente vive uma montanha russsa de emoções desde o momento que assina o contrato na agência até a hora que se readapta aqui no BR de volta... Depois me conta como foi a sua experiência... bjos!

    ResponderExcluir
  3. luandinha =)19/10/12

    nem falaa, eu MORRO de ciúmes a cada foto que vejo da minha substituta... tenho tanta saudade dos meus kiddinhos, agora big kids! é como vc disse, torcer pra que ela esteja continuando o nosso trabalho hehe ensinei bastante coisa a ela sobre oq eles gostam e etc, mas o meu medo é eles me esquecerem pq ela também é muito legal =( rs coisa de ex au pair!
    bjs

    ResponderExcluir