terça-feira, setembro 17, 2013

O que os holandeses poderiam aprender com o Brasil

Que eu estou completamente in love com a Holanda não é fato oculto de ninguém, esse país tem um milhão de coisas maravilhosas e sobre as quais eu poderia passar horas falando! 
E todos nós sabemos como seria fácil escrever sobre coisas que os brasileiros poderiam aprender com os holandeses, já que se tem uma coisa que a gente manja bem é queimar o filme do nosso país por aí... 
Mas enfim... 
Depois de 6 meses eu já tenho uma infinidade de coisas que eu acho que os dutchs poderiam aprender um pouquinho com o Brasil... Vamos as principais:



1. Cozinhar
Gente, sério, se tem uma coisa que os holandeses precisam aprender URGENTEMENTE é a cozinhar. Não precisa ser necessariamente com os brasileiros não, qualquer um que puder ensinar algo pra eles já vai ajudar e muito viu? 
Não, pão com granulado NÃO É ALMOÇO. E batata fervida com cenouras NÃO É JANTA
E o pior de tudo é: Eles falam que a comida deles é simples e healthy. AHAM, SENTA LÁ. 

2. Churrasquear
Pense que depois de meses sem um churrasquinho verdadeiro, surge um convite pra um churrasco. POXA VIDA HEIN WOW! Aí tu chega lá e... hambúrguer. E nem pro hambúrguer ser gostoso gente! 
Fora que nos parques você vê a galera com umas churrasqueirinhas descartáveis, bem patéticas, assando NO MÁXIMO uma linguicinha e olhe lá. Depressão gente. Não dá não. 

3. Party Hard
Pior que além dos holandeses acharem que são party harders, eles tem essa fama SABE DEUS POR QUE! Ainda estou buscando uma possível explicação que possa ter levado a essa crença. 
Primeiro que aqui tudo fecha meio cedo e tal, até tem umas que ficam até mais tarde... Mas no geral a maioria dos lugares é bem cedo. Segundo que aqui o importante pra eles é BEBER... O que faz com que a galera já esteja estragadíssima suuuuuuuper cedo. Terceiro que calor humano e animação de brasileiro... Só no Brasil mesmo. Ou nas rodinhas de brasileiros nos lugares. Super fácil encontrar os brasileiros dos lugares, por que são sempre o grupinho de escandalosos animadíssimos gritando pulando e dando um show a parte. O que é sensacional, diga-se de passagem. O povo aqui assiste jogo de futebol sentados, assim encerro minha opinião sobre os holandeses festejando. 

3. Flertar
Gente do céu, ô povinho FRACO viu? Sério, não quero dizer que a realidade machista e abusiva do Brasil seja boa, nada me deixa mais feliz aqui do que poder sair na rua sem ser assediada. Mas gente, precisa ser tão fraco? Fora que existe hora e lugar pra flertar... Sem chances de você sair pra tomar um chá ver um cara gatinho no café e engajar um flerte. nee nee nee! Nunca vi isso acontecer e nunca ouvi dizer que isso já aconteceu... Fora que mesmo quando tu tá oficialmente flertando com alguém, eles tem uma grande tendência de serem sem noção DEMAIS. Ou acham que tão arrasando na sensualidade e sexyness quando na verdade nem tão... ou ficam lá panguando eternamente sem fazer nada esperando você agarrar ele. Nada fácil viu? 

4. Demonstrar felicidade e fazer amizades
Vocês podem me mostrar quantas pesquisas quiserem dizendo que os holandeses são um dos povos mais felizes do mundo. Eu ainda não vou acreditar. Eles podem ter qualidade de vida, serem felizes, terem ótimos padrões em tudo... Mas você não vê as pessoas sorrindo, socializando, conversando. Os bom dias pros vizinhos ao sair de manhã são sempre meio secos e automáticos e a coisa mais difícil é ver gente se abraçando e demonstrando carinho. Minhas kids que são kids tem sérias dificuldades em aceitar carinho, imagine adultos então! 

Eu sei que o post de hoje fugiu um pouquinho do ambiente au pairistíco, mas quis dar um sneak peek do que é viver na Holanda com os holandeses! Preciso nem dizer que o outro lado disso é maravilhoso... Mas não podemos negar que sempre tem uma coisinha ou outra que poderia melhorar né? 
É isso galera! Até o mês que vem e se vocês quiserem, sintam-se a vontade pra me dar sugestões via comentários!

Beijos

3 comentários:

  1. Adorei, você deveria fazer mais post assim, mostrando a diferença ai : )

    ResponderExcluir
  2. Concordo! Acho que o que mais a pessoa pensa quando quer fazer é nas diferenças, apesar de conviver com isso todos os dias, afinal ninguém é igual. Eu penso muito NA COMIDA, eu sou do Nordeste e quando fui morar em São Paulo sofri, imagina na Holanda? OMG, rs. Adorei o poste. xxx

    ResponderExcluir
  3. Não existe povo como o povo brasileiro! Bjs.

    ResponderExcluir