segunda-feira, novembro 25, 2013

Medo do inverno?




Vou te dizer que ser Au Pair na Alemanha foi a minha primeira experiência fora do Brasil, e de cara me joguei pra ficar um ano inteirinho por lá. O que mais me preocupou nessa história toda foi a tal da estação mais fria do ano. Aqui onde moro, no Brasil, os invernos são frios e às vezes, cedinho, dizem que os termômetros marcam 2ºC! Mas esse é o mínimo e eu sou muuito friorenta e já achava essa temperatura gelaaaada!

Meu maior medo era congelar! Eu não tive medo do povo alemão, da língua, de ninguém me entender, nem de cuidar de três filhos que não eram meus, nem de cozinhar (vez e outra) pra eles, nem de perder algum guri no lago congelado ou de ser assaltada no meio do mato enquanto voltava pra casa de madrugada; meu medo era morrer congelada e virar atração turística, num canto qualquer de algum lugar, como a au pair brasileira que congelou no inverno alemão! Já pensou? Seria, no mínimo, engraçado.

Contudo, nada disso aconteceu! Assim que a neve resolveu dar o ar graça, por falar nisso tu já viu um floquinho de neve de perto? Vou te mostrar:



Assim que os primeiros floquinhos de neve começaram a cair, minha mãe postiça me emprestou roupa pra neve - um casaco e uma calça que pareciam um edredom em forma de roupa! Que coisa mais quentinha de gostosa! Eu pulava e rolava na neve com essa roupa! Então, aos pouquinhos, fui aprendendo que eu só passaria frio - e congelaria - se eu quisesse! Com a roupa me emprestaram também uma bota, porém eu teria que dividí-la com o filho do meio deles (ideia meio ridícula, eu achei) e aí resolvi comprar uma só pra mim - encontrei uma bota resistente a àgua e toda forradinha de pelúcia por dentro. E botas assim tem em tudo quanto é loja, podendo custar de quinze até centenas de euros. Depois da compra eu pensei: nunca mais passarei frio nos pés!! Enganei-me redondamente, pois enquanto eu estava na rua, na neve, meus pés nunca estavam quentes! Foi a única parte de mim que estava sempre congelada quando eu estava fora de casa. Ah, na hora de comprar a bota é importante ver como é o solado, fuja dos super lisos, pois eles são a receita perfeita para escorregões na rua, dê preferência aos solados com ranhuras.

Depois de perguntar ao meus pais postiços como eles não passavam frio (haha eu perguntei isso, sim!!) e de pesquisar um tanto na internet eu encontrei uma receita super divertida: primeiro uma blusa de manga comprida, depois um casaco de microfibra e por último um casaco quente, e os mais quentes são os de pelo/pena de bicho – lã, pena de ganso/pato. Minhas lojas favoritas para comprar roupas eram a Tchibo! e a C&A, pois lá as roupas eram úteis por um preço ótimo! Então eu tinha blusas térmicas/segunda pele, casaquinhos de microfibra e um super casacão de penas de ganso, também resistente a àgua. Cachecol pro pescoço, gorro para as orelhas e luvas para as mãos - nada de congelar! \o/ (Uma vez eu saí de bicicleta pra levar o menino pequeno na aula de piano, e esqueci de por algo na cabeça pra esquentar as orelhas. Eu não sabia que minhas orelhas podiam doer tanto. Foi a sensação mais terrível que eu já tive!!)

E viajar no inverno? Pensei que no inverno as ruas ficassem desertas de neve e ninguém saísse às ruas. O inverno na Alemanha só não é igual ao verão porque falta sol em 3/4 das horas do dia, mas as pessoas saem de casa mesmo com o céu chorando congeladamente e com alguns graus faltando, as crianças vão ao parquinho brincar de fazer bonecos de neve e escorregar de trenó dos morros e as pessoas saem de casa sim! Quando ainda era verão eu pensei: vou viajar tudo o que der agora e no inverno eu não sairei de casa! HAHAHA Eu acabei viajando bastante no inverno, também, mas o pique é diferente. Não tem como ficar o dia inteiro caminhando, como no verão, e um café/chá/tequila/jägermeister se faz necessário a cada duas horas. Passeios de barco são gélidos e os lagos ficam congelados! A mala fica maior e mais pesada, mas vale à pena por cenários como este:

aqui é Salzburg, na Áustria

ou esses:

aqui é Berna, na Suíça

aqui também ;)

e aqui é o castelo Neuschwanstein, na Alemanha

Pra ti que ta no inverno agora, aproveite-o! Cada estação tem a sua beleza, suas partes boas e ruins, seja esperto/a e saiba tirar proveito de cada uma ;D

Até mês que vem! o//

E se quiser me ler mais, eu estou por aqui.

4 comentários :

  1. Aiii ameeeei o post ever!!

    ResponderExcluir
  2. Que post demais. Eu amo frio e neve... mas já senti minhas mãos congelarem levemente, era uma dor horrível , que vinha por dentro do corpo, chegava a queimar. E eu estava usando duas luvas grossas... e minhas kids na Holanda sem luvas.

    beijos

    ResponderExcluir
  3. E você teve de lidar com o furacão? Eu estou indo morar daqui uns dias lá na região onde o Xaver passou... Fiquei meio tensa com isso... Como foi este período?
    Sobre as roupas achei esta postagem bem legal, a técnica da cebola :P http://www.cervejaesalsicha.com/2012/12/tecnica-da-cebola.html#axzz2moze2v76

    Katarina (http://katarinareist.com.br/)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora eu já estou no Brasil, e no período que eu estava lá não passou furacão nenhum.
      Aqui no blog algumas meninas escreveram sobre o Sandy, que passou na América do Norte, se quiser ler um dos posts é esse:
      http://oblogdas30aupairs.blogspot.com.br/2012/12/desventuras-em-serie-parte-2-hurricane.html.

      Mel ;D

      Excluir