segunda-feira, março 17, 2014

A volta

Here I am again... Back to Brasil. 
É difícil falar sobre os últimos dias na Holanda, tudo ainda não passa de um grande blur na minha mente e a sensação é de que tudo não passou de um sonho. Mas aí eu acordo depois de sonhar com a host family e bem... Não vamos falar sobre isso no momento. 
Por enquanto queria só deixar algumas "anotações" aleatórias sobre como é estranho estar de volta ao Brasil... E quais são as pequenas coisas que notei... 



- Brasileiro é um povo barulhento, jesus cristo. Foi só chegar no portão de embarque que já comecei a me incomodar com a falação, gritaria, ruídos desnecessários... 

- A gente come pra caralho, meu deus do céu! Eu mal terminei de digerir uma refeição, já é hora da outra e parece que tudo que eu tenho feito sem parar é comer. 

- As privadas são muito baixas. 

- Como é difícil parar de jogar papel higiênico no vaso hein? 

- Tudo é longe. 

- Isso não é calor. Isso é amostra grátis do inferno. E sim, eu sei que perdi o pior.

- mimimi to morrendo de saudades, mimimi vamos nos ver, mimimi nada até agora. 

- Tudo continua exatamente a mesma coisa. Nada mudou. Ninguém mudou.

- As pessoas são excessivamente simpáticas. Chega a ser meio creepy as vezes. 

- Tudo é complicado. Não lembrava que era necessário colocar o cartão e digitar a senha 300 vezes pra usar o caixa eletrônico. 

- Pra tudo é necessário o número do seu CPF, seu telefone celular, seu código de cliente, aguardar 30 minutinhos por favor, digite seu CPF novamente, pode confirmar seu endereço, mais 30 minutinhos por favor. 

- Todo mundo pergunta as MESMAS COISAS. 

- A coca-cola daqui deve ter alguma droga. Passei um ano sem beber, chego aqui não consigo parar. 

- A gente come muito não-saudável. Fico olhando pra mesa de comida e pensando na quantidade demais de carboidratos e de menos de vegetais. 

- Todo mundo é MUITO baixo. 



- Formigas. Pernilongos. POR QUE????????


2 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkk
    Deve ser horrível mesmo.
    Choque cultural ao contrário, rs.
    Acho que depois se acostuma né.
    Boa sorte, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem que acostumar né hahhaahahah

      Excluir