domingo, outubro 19, 2014

Ser Au Pair e o desejo de ser mãe

Oi pessoal, tudo bem?

Meu programa está prestes a acabar, e depois de todas as experiências que tive como Au Pair, me pego pensando... Será que eu ainda quero ser mãe?


Por que digo ainda? Eu sempre quis ser mãe, mesmo depois da minha primeira experiência como Au Pair e meu primeiro ano dessa segunda vez, depois dessa experiência cuidando de quatro crianças, não sei se quero mais ser mãe, ou pelo menos adiarei o projeto o máximo que eu puder (a decisão não é só minha, além do que estou prestes a me casar com um americano e sim, é verdade! americano adora ter filho!) 

Os motivos que me levam a pensar sobre maternidade são:

Como é caro criar uma criança, alimentação, roupa, escola, babá, cursos... Xi... A lista é imensa...
Lidar com o fato que nada será só mais pra mim... Somente a hora de dormir, e olhe lá se o bebê não ser chorão.
A adolescência um dia chega e com ela os aborrecimentos.
A atenção que tem que ter enquanto são bebês, é bem desgastaste.
O tempo a dois com meu futuro marido que serão raros...

Eu, de certa forma admiro os meus hosts... Cuidar de quatro crianças, não dormir devido a bebê que não dorme e ainda trabalhar a todo fôlego durante o dia... Não deve ser tarefa fácil!

Quando eu ouvia alguém que trabalha com crianças falando que não quer ter filhos ou os posts de meninas nos grupos do facebook dizendo que o programa é um controle de natalidade, achava que tudo isso é um absurdo, mas hoje em dia, eu entendo a opinião de cada uma dessas pessoas.

E você? Acha que ainda vai querer ter filhos depois do programa?

Beijos e até o mês que vem! 

3 comentários :

  1. Olha, concordo plenamente com você com o fato de adiar esse momento de ser mãe, acho que cada pessoa sabe o que é melhor pra si. Eu sempre sonhei em ser mãe também, mas depois que minha irmã teve bebê, minha sobrinha, eu pude ver o quão difícil é, e tamanha responsabilidade. Já não é mais um corpo só, vc tem que se preocupar com vc e seu filho. Independente de tudo, nós amamos a Luiza, ela é a alegria da nossa casa. Pode ser que eu adie, mas com certeza quero ter um filho um dia (mas vai demorar) rsrs. Adorei o post, beijos!!

    http://mayaupairnoseua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olha eu concordo com você e digo que quem decide se será mãe ou não é você. Até porque o corpo é teu e tu que sabe onde teu sapato aperta. E a única pessoa que estará contigo para sempre será tu mesma. Então teus desejos devem ser respeitados. Eu amo crianças, mas o filho dos outros, por isso serei Au Pair. Mas eu não quero ter filhos meus pelos simples fato que não quero abandonar minha liberdade. Se um dia lá pelos 50 anos eu sentir falta de um irei adotar. Eu sei que pensamentos mudam, mas o meu no momento é esse.

    www.livinganmaericanlife.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ser mãe pra mim é um presente e uma dádiva divina. Só tem filhos quem pode ter. E a missão de ser mãe é diária e eterna, mesmo que um dia seu filho desencarne antes de você, você nunca deixará de ser mãe.

    A mulher é potencialmente mão desde a menarca, daí pra frente, hoje em dia, ser mãe é uma escolha. Se Deus me conceder este presente e dádiva, serei feliz e receberei de braços abertos.

    Sendo Au Pair aprendi que Amar é a melhor maneira de aprender e educar;
    Sendo Au Pair reconheci erros que não desejo transmitir aos meus filhos;
    Sendo Au Pair aprendi valores que quero transmitir aos meus filhos.

    Também concordo em deixar um pouco mais pra frente, mas este presente será eternamente bem vindo.

    #SucessoPraNós
    Autora do Blog das 30 Au Pairs, dia 18

    ResponderExcluir