quinta-feira, fevereiro 19, 2015

Host avós

Oi gente, tudo bem? 

Agora eu sou ex Au Pair, pouco a pouco vou lembrando de cada experiência que tive e quais devo compartilhar e hoje eu vim falar sobre os avós! 


Nas duas famílias que passei tive experiência das avós passando algum tempo comigo para os host viajarem e entre conversas com as minhas companheiras e blog, essa situação é bem comum... Cada uma teve uma experiência diferente, como ter as kids mimadas ainda mais com a vó perto, da Au Pair se sentir mais confortável, da vó bagunçar a rotina de todo mundo, enfim...
 Minhas experiências foram: 

2013- host family que tinha o pai brasileiro

Minha host anuncia que o casal faria uma viagem para Miami e ficariam X dias e que a mãe dela viria para ficar conosco e assumir as crianças assim que eu ficasse off.
Anúncio do host: você está é lascada, essa véia é uma carrasca!
Pois bem, ela veio! Me dei o desafio de não dar motivos para eventuais discussões.
Ela não foi a pessoa mais simpática do mundo, mas sempre que eu achava uma oportunidade, fazia uma pergunta ou outra, como por exemplo, onde era onde ela morava, o que ela mais gostava de DC e com o tempo ela foi se soltando e conversando um pouco mais sem muitas perguntas.
Quanto as kids, ela não fazia muito mais do que era exigido, mas me livrou de pentear o cabelo da menina, que se ficasse aos meus cuidados, não ganharia nenhum penteado além do rabo de cavalo. 
A casa ficou mais arrumada do que de costume, ela não é de deixar as coisas jogadas para outras pessoas arrumarem assim como meu host fazia.
Percebi que ela gostava de música clássica e essa foi a trilha sonora que coloquei no carro quando a levei para a estação de trem.

2014 - a família com 4 crianças

O primeiro contato que tive com Mimi não foi muito interessante, porém ela que estava lá na hora em que cheguei enquanto minha host estava no hospital a espera do momento certo para que ela desse a luz a seu quarto bebê, ela foi simpática e passou um mês conosco, administrando a casa e as idas e vindas da mãe ao hospital que iria visitar a bebê prematura.
A segunda vez, viajamos e ficamos uma semana na casa dela em Maine, enquanto em casa as árvores floresciam e anunciavam a chegada da primavera, lá estava tendo tempestade de neve. Ela trabalhou durante essa semana que estávamos lá, mas teve um dia ou dois de folga... Todos nós tivemos virose durante essa semana, exceto a baby e no dia em que foi a minha vez, ela me deixou tranquila quietinha no meu canto para que me recuperasse.
Mas o nosso contato direto foi quando os hosts foram viajar e deixaram os 4 conosco! Foi minha ultima semana na casa e foi muito tranquila! Ela me deixou super a vontade com as crianças e sempre me ajudava, só não gostava muito de fazer o driving! Sempre super simpática, conversávamos por horas sobre planos, futuro e minhas expectativas para o casamento. Ela me deixava off mais cedo e não me fez trabalhar mais que o necessário.
Ela é uma mulher cheia de disposição e foi super divertido passar o tempo com ela.
Essas foram minhas experiências e espero que todos vocês tenham uma ótima experiência quando os hosts avós estiverem por perto.

Beijos, beijos e até o mês que vem!

Debora

Nenhum comentário:

Postar um comentário