segunda-feira, junho 13, 2016

Paris? Oui, pourquoi pas...

Salut tout le monde, como vocês estão? Hoje venho aqui vender meu peixe pra vocês, ok, meu não, o da França. Antes de eu embarcar e durante o ano que eu passei fora várias pessoas me perguntavam "por que a França?" e -como quase tudo na minha vida- eu não sabia dizer o porque... Tudo o que eu dizia era aquela resposta automática "ah, eu já falo inglês e quis aprender outro idioma". Agora que eu já passei por tudo, experimentei tudo é que me dou conta de por que vale a pena ir para a terra do croissant.

Fui au pair durante um ano em Paris, posso me considerar com sorte em relação as outras au pairs do restante da França... Claro que existem cidade lindíssimas -mais bonitas até que Paris propriamente dito...- mas como já dizia a frase "Paris est toujours une bonne idée".




Assim que cheguei em Paris me senti completamente perdida, os prédios todos extremamente parecidos (uma vez eu não consegui achar o prédio que eu morava, tinha passado na frente dele umas 3 vezes... Quase entrei em pânico). Pior do que me perder na minha própria rua, foi entender as linhas de metro (pra quem não conhece dá uma olhadinha no mapa das linhas...) Mas no final você acaba sabendo as cores exatas de cada uma das linhas e em que vagão entrar pra sair mais perto da sortie que você quer.



Depois que você se acostuma, Paris é só amor. Verdade seja dita, tem muito francês mau humorado por ai, mas se você chegar com jeitinho dando um bonjour bem educado, tudo se resolve e vamos combinar que no final a gente acaba gostando deles... Quero ver achar alguém que morou na França e não encontrou aquele melhor amigo, ou ainda, aquele amor francês.

Paris te conquista com cada um dos seus cafés charmosos, com mesinhas na calçada pra você ficar lá, de boa, vendo a hora passar, bebendo um expresso. Quando o tempo esquenta e a chuva para (aliás, dizem por ai que na chuva, Paris fica ainda mais bonita), fazer piquenique no parc Monceau, ou em um dos mil parques da cidade, é uma das coisas mais prazerosas que você pode fazer depois de longos meses cinzas de inverno. Ou ainda, fazer uma pré night com seus amigos e uma garrafa de vinho, sentado à beira do rio Sena, de frente pra Notre Dame...

Mas o espetáculo mesmo fica por conta dela, a Dama de Ferro, que a cada hora cheia durante cinco minutos, ela fica lá, toda linda piscando e te apaixonando ainda mais, e provando pra quem quiser ver, que Paris é sim, a cidade luz.

Paris virou minha casa do coração e eu torço pra quem quiser embarcar nessa aventura se apaixone por esse lugar tanto quanto eu.

Então é isso pessoal, até a próxima.














3 comentários :

  1. Ola Marcella, adorei seu post! :)
    Estou pensando em fazer meu intercambio la... vc foi por alguma agência? como foi pra tirar o visto?

    ResponderExcluir
  2. Como au pair, quero dizer... Eu ate me cadastrei no site aupair.com... o que você acha de conhecer uma familia por la?

    ResponderExcluir
  3. Como au pair, quero dizer... Eu ate me cadastrei no site aupair.com... o que você acha de conhecer uma familia por la?

    ResponderExcluir