quarta-feira, outubro 18, 2017

Morando com britânicos nos Estados Unidos



Olá gente!
Como vão?
Bem, eu sou au pair nos Estados Unidos, porém minha host family é da Inglaterra! Isso mesmo, britânicos que moram há 6 anos nos Estados Unidos.

Antes de ser au pair, eu havia apenas viajado para a terra do Tio Sam e para o Canadá, ou seja, aprendi na maioria inglês americano, com sotaque americano, tudo americano. 

A maioria das pessoas sempre me fala que meu inglês é super bom e que nem sempre dá para perceber que sou brasileira, etc etc etc., mas mal sabem elas o quanto eu passo de perrengue e quanto bullying sofro pelas minhas host kids , especialmente quando falo algo e elas me corrigem da forma “certa” britânica (como quando eu falei para elas colocarem as “panties” e a mais velha de 5 anos falou “você quis dizer ‘knickers’, você já deveria saber isso depois desse tempo todo, né Bia?”. OK, OK).

Antes de embarcar para cá, fiquei com medo de não entender o sotaque da galera, de fazer papel de troxa para a host family, de não conseguir me expressar, de falar X quando na Inglaterra significa Y, enfim. Mas hoje não me importo mais, já que tudo isso aconteceu comigo. hahaha


Além de ser uma “nova língua”, é uma cultura totalmente diferente, uma nova vida que tanto eu quanto eles estamos aprendendo a lidar…

Em relação aos costumes deles, é lei todo dia chá com leite às 5 horas (quando a hosta está em casa), enquanto que o hosto já está mais americanizado e anda com a caneca de 30 litros de café para cima e para baixo.

Também a estranha bebida com pepino e tomate toda noite (basicamente um drink feito de Gin, laranja, limão, maçã, hortelã e pepino), estranhozinho, mas rotineiro.

A maneira que educam as crianças é bem diferente da maioria das famílias americanas, também. Vi muita família americana que descaradamente mimam os filhos. Eu sei que nem todos são assim, mas a maioria que conheci são. Os britânicos já são mais “pulso firme” e me lembraram bastante as famílias brasileiras. Quando dizem “não” para a kid, realmente querem dizer não e nada vai mudar, independente de choro, birra, berros. Não é não.

Mas não posso reclamar nadinha da minha host family. NADINHA. Ao contrário do que muita gente diz sobre os britânicos serem frios, sérios e não muito amistosos, os meus hosts me provaram o contrário. Nunca me senti tão em casa estando fora de casa. 

A hosta me abraça, me faz chá depois de um dia puxado com as kids, além de conversarmos sobre várias coisas. Meu hosto está sempre alegre, contando piadas, falando sobre séries, fazendo piadinhas e dançando com as kids. Aprendemos juntos sobre a cultura americana e nos divertimos com isso.

E o melhor de tudo de morar com eles, é que tenho a experiência única de vivenciar duas culturas diferentes ao mesmo tempo!

Um beijo e até o próximo post!
Instagram: biatumenas


Nenhum comentário:

Postar um comentário