terça-feira, fevereiro 20, 2018

Vida pós-au pair, planos e despedida do Blog

Oiii gente! É com uma sensação estranha que eu convido vocês a lerem meu último post. Após um ano de Blog, eu encerro minha participação como autora, e deixo aqui o meu agradecimento a todas as leitoras e colegas de equipe. Mas antes de dar adeus, eu decidi fechar o tópico volta ao Brasil/desistência do programa. Hoje eu vou falar sobre todos os clichês necessários como: como anda minha vida, se o programa me ajudou profissionalmente, meus planos futuros e se eu pretendo fazer outro intercâmbio.


Bom, eu não tenho muito do que reclamar da minha vida no momento. Apesar de todas as bads que batem em nós, jovis de vinte e poucos anos, eu tenho conseguido me virar. Arrumei um emprego na minha área de formação (jornalismo), mas como por enquanto eu só estou prestando serviços para a empresa e não tenho carteira assinada, eu decidi procurar um segundo job num ramo bem comum entre ex-au pairs: professora de cursinho de inglês. E isso entra no segundo tópico, sobre como o au pair tem me ajudado profissionalmente.

Resultado de imagem para ted mosby professor gif

Definitivamente sem o programa eu não teria conseguido a vaga, pois, antes de morar fora, meu inglês era bom, mas eu era muito travada e envergonhada para falar. Agora eu tenho mais confiança e certeza de que mesmo que eu cometa alguns errinhos eventualmente, é aceitável, pois nem os americanos dominam totalmente a língua.

Eu também estou nos preparativos para mudar para o meu próprio apartamento! A partir de abril eu vou morar sozinha - uma vontade que eu sempre tive e que foi agravada depois de morar com 3 host families. Acho que esse é um caminho para qual muita gente vai depois do programa. A gente se submete a tantas regras dos outros, que tudo que mais queremos depois dessa fase é um cantinho só nosso pra mandarmos e decidirmos tudo. Eu to tão felizinha com essa etapa! Passo boa parte do meu dia vendo vídeos sobre decoração e comprando coisas de adulto na internet. Abaixo uma imagem ilustrativa do que tem me dado mais prazer de comprar ultimamente. <3

Resultado de imagem para tupperware

Sobre futuros intercâmbios - gosto de pensar que eu tenho ainda muito tempo para ver que rumo minha vida vai me levar. O au pair com certeza abriu portas no sentido que agora eu sei que não é impossível migrar, não vai ser mais tão difícil convencer minha família de que eu consigo me virar etc etc. Confesso que no próximo intercâmbio eu não queria sair daqui sozinha. Adoraria ir junto com algum amigo(a) ou @, alugar uma casa e não depender mais de host families. Mas isso vai depender de muitas coi$a$.

É engraçado pensar que quando eu saí do Brasil, eu não entendia quase nada sobre finanças (banco, cartões etc), não sabia lavar roupa nem na máquina, e confesso que minha mãe ainda marcava meus médicos, rs. Quinze meses depois, aqui estou eu, bem diferente. Não estou dizendo que isso vai acontecer com todo mundo que venha a ser au pair, mas com certeza a gente muda e amadurece nesse período uma quantidade desproporcional ao resto da nossa vida.

Dito tudo isso, é de se imaginar que eu estou numa outra vibe, e o assunto au pair está se distanciando cada vez mais de mim. Por isso, antes que eu comece a fazer posts vazios e repetitivos, eu me despeço do blog com um apertinho no coração, mas com a esperança de ter ajudado um tiquinho algumas pessoas. Foi ótimo compartilhar essa experiência louca com vocês! Continuarei ajudando da forma que puder, por inbox, ou nos cometários. Quem quiser acompanhar essa e todas as minhas próximas fases, meu Instagram é o @juubabu.

Toda sorte do mundo para quem está começando essa jornada, e para quem for me substituir aqui no dia 20: vai que é tuaaaaaa!



4 comentários: