quarta-feira, julho 18, 2018

Você faz realmente parte da família?

Olá pessoal!
Como vão?

Com a decisão de se tornar au pair, deixamos para trás não só nosso país e cidade, mas sim toda nossa rotina, maioria dos nossos pertences, amigos e o mais difícil, nossa família.



Viver num país diferente não é tarefa fácil, e boa parte das agências e host families durante as entrevistas mencionam que querem que você faça parte da família. Mas isso acontece mesmo?

Vou contar um pouquinho sobre como foi comigo em relação a "ser parte da família".

Como já mencionei em outros posts, minha host family é britânica e mora no EUA há apenas 5 anos. Isso fez com que eles soubessem como é estar na minha situação de estrangeira vivendo e trabalhando sob regras e culturas diferentes.

Por eles (hostos) não terem as próprias famílias por perto, eles sabem a importância de ter amigos próximos e que te amparem na maioria das situações. E eles propocionaram o mesmo para mim: foram muito bons amigos e me deram o maior suporte em tudo o que precisei, desde comida, roupas e língua.

Mas isso quer dizer que fiz parte da família? 



NÃO. 

Por mais que a família goste muito da au pair, as prioridades deles sempre serão relacionadas a eles próprios ou com quem conhecem a mais tempo. Por exemplo, minha host family ia viajar para casa de amigos e pelo fato dos amigos não serem muito abertos comigo, a host family não me levou (com a desculpa, ou talvez verdade de que não cabia no carro junto com as kids, cachorro e todas tralhas que levaram).

Quem te considera como parte da família faria isso? Talvez. Mas sei que minha própria família do Brasil não faria.

Vejam bem, não estou falando que eles sempre me deixavam de fora, muito pelo contrário, eles sempre me convidavam para sair com eles, comer fora, passear, tomar vinho a noite com eles e tudo mais. Mas eu não acho que seja parte da família.

Bom, como falei, isso é apenas o MEU ponto de vista. Sei que cada host family é de um jeito, tem boas e tem ruins, mas também sei que família é só uma: a nossa!

Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário