domingo, outubro 26, 2014

Emprego pós au pair

Eu tô nessa! E há bastante tempo! Já deixei de ser au pair há alguns anos, retornei ao Brasil e logo Ok, bola pra frente!
arrumei um emprego. Fui de um a outra, até achar um de que gostava. E então a empresa passou por um grande corte... e eu fui cortada junto.

Mas porque estou falando isso? Simples, pois a maioria de vocês quando deseja fazer um intercâmbio de au pair, sonha em retornar e arrumar um emprego dos sonhos. E temos sempre a esperança de que um intercâmbio fora irá dar um grande Boost no seu currículo. Então, agora eu vou falar... Cuidado! Nem sempre é assim. E claro, só depende de você!

A grande maioria das meninas que me procuram, querendo ser au pair na Holanda me dizem que uma das grandes motivações de realizar o programa é poder implementar o currículo. Sim, com certeza vale a pena e você implementará o currículo SIM. Mas é suficiente? E mais, é algo que o entrevistador olha com frequência?

 Voltei com todas as esperanças! Trainee, bons cargos, experiência internacional bombando. Todo mundo parecia se interessar na minha experiência e o principal, porque eu escolhi o caminho de au pair. Parecia tudo bom... até eu me dar conta de que dependendo do que eu realmente fiz e vivi durante meu ano, não adianta de nada na hora de escrever meu currículo, ou na hora de responder às perguntas do entrevistador.

As empresas no geral não...

  • dão muito valor ao seu intercâmbio de início. Não que não seja importante, dependendo do cargo pleiteado por você, o seu intercâmbio somente terá valor para demonstrar sua personalidade e caracteristicas pessoais. Ele não estará interessado em saber o que você realmente é, mas sim o que a decisão de morar fora diz sobre você: Flexível? Gosta de desafios? Ou queria fugir daqui? Aprender idioma ou só viajar? Estudar alguma coisa ? 
  • vão olhar com bons olhos seus mil intercâmbios. Elas vão te perguntar o que você queria encontrar e porque não encontrou na primeira oportunidade que teve. Sim, é horrível, nada é tão simples assim, mas eu que fiz um intercâmbio só já recebi essa pergunta. E por quê? Pois as empresas querem saber se você está lá querendo aquela vaga simplesmente porque não achou nada melhor... pois já está "velho" para novas aventuras, ou se buscou realmente acrescentar outros tipos de experiência e atividades para então entrar no mercado com a certeza do que queria.  


O que as empresas pedem:

  • Conhecimento de idiomas (Sim, o intercâmbio vale MUITO a pena se você estudar bastante e se dedicar a aperfeiçoar o idioma ao máximo)
  • Atividades extra currículares (Durante dinâmicas de grupo e entrevistas pessoais o entrevistador pode desejar saber o que você gosta de fazer e que tipo de intercâmbio foi o seu. É interessante se manter ativo durante o seu ano fora, não apenas dizer que foi para viajar e aprender idioma. Um ano "ocioso" não conta muito, fazer atividades fora, se envolver na comunidade local conta para algumas empresas. Isso vai desde esportes à voluntariado por exemplo. 
  • Flexibilidade. Sim, ter sido au pair ajuda nisso. Aidna existe muito empresa que mesmo que obrigada a zelar por uma serie de direitos, preza pela boa vontade do colaborador e sua flexibilidade em se adaptar aos horários e regras impostas pelo seu diretor.

Ramos que olham sua vivência no exterior com "muito carinho":

  • Aviação. Se você deseja ser comissário de bordo, piloto ou trabalhar em contsante mudança, ter sido au pair conta MUITO. Mostra que você se adapta a ambientes diferenciados e mudanças contínuas, que consegue lidar com uma vida flexível e extremamente mutável e que anseia pelo diferente e pela falta de rotina regular. E no caso do comissário especificamente, se você gosta de atender ao outros e ser responsável por eles, fazendo muitas vezes suas vontades.
  • Turismo. Caso você busque se capacitar na área de turismo e hotelaria, as empresas muitas vezes desejam pessoas que tem conhecimento e vivência no exterior, que tenham tido contato com hotéis e diversos tipos de serviços turisticos durante o ano de intercâmbio e que além de ter viajado, tenha analisado o ramo durante suas viagens. 
  • Atendimento. Qualquer tipo de experiência com pessoas diferentes conta para quem realmente quer crescer realizando algum tipo de atendimento ao cliente. Se você busca ao máximo dar atenção a todo e qualquer cliente, mesmo que ele faça birra, esperneie e diga que te odeia! Você está lá sorrindo, respeirando fundo e tentando resolver o problema.
Quando colocar no seu currículo que foi au pair, dê destaque para o objetivo do programa e não a palavra em si. Ter sido au pair não é negativo, aliás é ótimo caso você seja chamada para uma entrevista pessoal. Mas antes disso, no primeiro encontro do seu currículo com um avaliador qualquer. Se o que você quer mostrar é ter morado no exterior, ter feito um curso e etc, pense que é nisso que deve focar.

" Intercâmbio nos Estados Unidos no ano de XXXX como au pair para aperfeiçoar o idioma."
"Curso de inglês nos Estados Unidos, em XXXX, no ano XXXX onde fui au pair...."
"Intercâmbio em XXXX por 1 ano com o objetivo de aprimorar o inglês fazendo um curso de XX horas na escola XXX";

Veja bem em quais palavras coloca o destaque. O início da frase e o final serão sempre as primeiras coisas que o entrevistador irá olhar e vai de você para onde direcionar esta atenção.

Agora, pense no seu futuro e foque o intercâmbio onde realmente deseja.

  • Estude e aproveite para realmente dar o máximo no aprendizado e aperfeiçoamento do novo idioma.
  • Entenda que além de viajar, tudo que você está vivendo reforça sua força e aprendizado. Preste atenção ao seu redor, à economia e política locais e se envolva com a comunidade.
  • Procure continuar ativa e focada. Também continue envolvida na medida do possível com seu país, especialmente se você já souber a carreira que irá seguir e o rumo que deseja que sua vida tome na volta.
  • Se você deseja permanecer no novo país. Também pense nisso ao focar suas atividades ;)

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Muito importante saber né? :)

      Excluir
  2. Legal o post. Obrigada pelas dicas.

    www.livinganamericanlife.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Correndo para conferir seu blog também!

      Excluir
  3. Muito legais suas dicas! :) Ter foco é fundamental,embora, às vezes,difícil..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foco é algo que aprendi na marra!!!! :D

      Excluir
  4. Fantástico o seu post, obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir