segunda-feira, dezembro 11, 2017

Voltar para casa ou não no Natal

Olá pessoal! Dezembro chegou e junto com ele o clima de Natal, a saudade de casa, da família, dos amigos, das tradições... Dá até uma vontade de largar tudo e correr (digo, voar) para casa, estar perto daqueles que amamos, no calor, curtindo as festas de fim ano. Em 2014, quando era au pair na Holanda, decidi ficar na Europa ao invés de voltar para casa no Natal e não me arrependo disso. Então vou contar a minha experiência para quem sabe ajudar quem está no dilema ou no sofrimento.


Eu nunca tinha comemorado essas datas longe da minha família, 2014 foi a primeira vez na vida que estive nessa situação e foi difícil, porque eu estava há cinco meses sendo au pair na Holanda (ou seja, longe de casa), com uma gripe horrível de não conseguir levantar da cama (sem a vovó para fazer sopinha) e abandonada pela pessoa que passaria o Natal comigo viajando pela Itália.

Tudo aconteceu junto e em cima da hora, eu só conseguia chorar. O desespero foi tão grande que pela primeira e única vez, eu pensei em largar mão de tudo e voltar para casa, comecei até a olhar voos. Era eu chorando no meu quarto e minha família chorando no Brasil.

Maaaas tudo acabou se resolvendo, eu fiquei, mudei meus planos de viagem e não me arrependo! A mesma situação (ser abandonada em cima da hora e não saber o que fazer) aconteceu com minha amiga/vizinha e então resolvemos passar o Natal juntas. Eu melhorei da gripe, realizei o sonho de ir para a Itália, passei um Natal bem divertido em um hostel na Áustria com minha amiga, depois seguimos viagem para a Eslováquia e terminamos comemorando o Ano Novo em Praga. 

Resumindo, foi incrível! Foram 15 dias viajando, 4 países (com uma parada na Hungria - aeroporto/rodoviária), várias pessoas novas, perrengues, sorrisos, fotos, experiências inesquecíveis e histórias para contar. Eu sei que cada um sabe até onde pode ir, mas eu recomendo muito ficar e viver um fim de ano longe de casa, longe de tudo que vivemos todos os anos, das pessoas que amamos. E quer saber, no final nem doeu tanto assim, eu me diverti muuuuuuuito mais do que chorei.

Claro que para muitos voltar para casa no final do ano não é uma opção, mas se você tem e não sabe se volta ou fica, fique! Faça algo novo, divirta-se, aproveite seu ano de intercâmbio ao máximo, ele passa tão rápido e como minha host mom me dizia, é só um ano, você terá todos os outros anos para passar com a sua família fazendo as mesmas coisas, comendo as mesmas coisas.

E se você não estiver na situação de escolher e está sofrendo com a realidade, pense na minha experiência, corra atrás de uma viagem, planeje algo diferente, acredite, você consegue. Eu terminei de planejar minha viagem (reserva de hostel, passagens, etc) na madrugada do dia em que eu iria viajar :P Foi tudo de última hora, eu não tinha muito dinheiro e ninguém me ajudou financeiramente, se eu consegui, você também consegue!

É isso ae galera! Espero ter dado um pouquinho de esperança para quem está no desespero. Desejo a vocês um feliz Natal, seja onde for, e um ótimo ano novo, um 2018 INCRÍVEL, cheio de realizações, sonhos, loucuras, novas experiências, gente nova, sucesso e muita, muita, muita alegria! Até janeiro :*


camihfeer@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário