quinta-feira, janeiro 17, 2019

Último mês como au pair

Oi gente, tudo bem com vocês?


Este é meu penúltimo texto aqui no blog das 30 au pairs. Como contei pra vocês, eu pensei e repensei a decisão de ficar online pra tentar extensão por seis meses com outra família. Tive muito mais famílias do que poderia imaginar mas ainda assim meu coração tá pedindo pra voltar, então avisei a agência que não extenderei mais. 

Houve muita insistência de minha atual host family para que eu continuasse com eles e passasse mais um summer em Chicago. E eu adoraria ficar pra viajar mais, juntar um dinheiro e enfim, aproveitar por mais um tempo. Mas essa hipótese pra mim não rola porque já deu, a gente sente quando já contribuiu com o que deveria. E esse ano familiares e amigos próximos irão se casar e eu quero estar no Brasil pra participar desses momentos. E quero voltar pra começar minha carreira como psicóloga também ♥️ (e fugir desse frio de Chicago, é claaaro, hahaha!). Enfim colocando na balança, eu percebi que mais motivos me impulsionavam a voltar e estou feliz com a minha escolha!


Sessão de fotos no subúrbio de Chicago
Bom, e mês final é aquela correria que tá me relembrando os dias que vivi um ano atrás antes de deixar meu país: ansiedade pra ver o que te aguarda, tristeza por ter que partir e deixar as pessoas que você ama (as crias, o dog, os amigos e todas as experiências incríveis que um intercâmbio pode trazer).  Mas há também a alegria do reencontro, do calor humano, da comida brasileira (que é a melhor do mundo!), enfim um mix de emoções. E fazer uma lista dos afazeres pode ajudar a se orientar. Eis minha lista so far:


1- encerrar conta no banco/ cartão de crédito

2- encerrar assinaturas de maquiagens/ livraria etc

3- comprar lembrancinhas pra familiares e amigos no br

4- comprar bandeira do país que você está pra garantir as assinaturas das pessoas que fizeram parte do seu ano 🇺🇸 

5- doar roupas que não usará mais

6- comprar saco a vácuo 

7- pesar e fechar as malas

8- despedir

9- partir de volta pra casa 🇧🇷💚💙💛  



Mês que vem eu conto pra vocês como me saí no último mês! E farei um balanço desse ano incrível de 2018!

Um beijo gente!

Val

domingo, janeiro 13, 2019

Road Trip de Ano Novo - Nashville to New Orelans

Oi gente, tudo bem com vocês? FELIZ ANO NOVO!! Hoje vim contar pra vocês um pouquinho sobre a minha primeira semanas de férias aqui nos Estados Unidos, com alguns detalhes e dicas desses destinos maravilhosos.


Comecei a pensar nas minhas férias mais ou menos no terceiro mês, porque já sabia que queria passar o ano novo em um lugar diferente e que não fosse New York. Primeiro pensei em ir pra Califórnia como sempre foi meu sonho, mas aí analisei preços de passagens e acomodações para essa época e percebi que ainda não iria rolar. Foi então que pedi para minha hosta ideia de lugares legais para passar essa data e de cara ela me falou New Orleans. Sempre quis conhecer, mas nunca tinha colocado nos meus planos. Ela me enviou um roteiro pronto de uma Road Trip de 7 dias que começava em Nashville e terminava em New Orleans para o ano novo. 

Li e amei, daí parti para o Grupão no face e só vi as meninas falando bem dos lugares. Roteiro praticamente pronto, postei de novo procurando companhia e encontrei as 4 melhores e mais divertidas companheiras de viagem. 
Voamos Nashville no dia 25/12 e alugamos um Airbnb (melhor decisão da vida). Ficamos lá até dia 28/12 ao meio dia. Compre souvenires e compre um whisky diferente haha O lado bom da cidade, é que você pode entrar de bar em bar sem pagar entrada, se um não está bom pode pular pro próximo.
Lugares que valem a pena conferir em Nashville:

  • Parthenon;
  • Country Music Hall of Fame and Museum;
  • Alguns dos vários murais que tem pela cidade, principalmente o da asa (clichê mesmo);
  • The Stage on Broadway – Música country ao vivo;
  • Ms. Kelli’s Karaoke Bar;
  • Wild Horse Saloon – Esse lugar tem Dance Line pra dançar que nem nos filmes;
  • Coyote UGLY – Sim, é o do filme;
  • The Valentine – Se você cansou um pouco de Country e quer ouvir outras músicas;
  • Honky Tonk.


Dia 28/12 pegamos o carro alugado e partimos em direção à Memphis. No meio do caminho paramos no Loveless Café, sem dúvida a melhor refeição da viagem pra mim. Vale a pena ir e pedir o “all you can eat” para família. 
Em Memphis ficamos em um hotel qualquer para passar a noite e no dia seguinte fomos para Graceland, a casa do Elvis e no Museu Nacional dos Direitos Civis. O Museu foi instalado no local onde Martin Luther King foi morto e sem dúvida é um lugar que não se pode passar reto. O Central BBQ é um dos lugares mais famosos para comer e recomendo porque é muito bom.



No dia 29/12 chegamos no nosso último destino: New Orleans. Essa cidade não dorme e se sua frustração nesse país é que as festas terminam às 2h da manhã, esse lugar é pra você. A Bourbon Street fica no French Quarter e tem é um longo corredor de festas e restaurantes. Assim como em Nashville, você não paga para entrar nos lugares e pode trocar sempre que não gostar. Outra vantagem dessa cidade: beber na rua é liberado. 
Quero muito conhecer New Orleans sem tanta gente, era ano novo e estava acontecendo evento de futebol americano universitário. Fizemos um tour sobre Vodoo e caminhamos pelas ruas da cidade que tem uma arquitetura de encher os olhos. O interessante é que lá são disponibilizados tours  gratuitos com algum tema específico, como comida, vodoo e haunted.
Voltei pra casa no dia 01/01 às 05:40 da manhã, dormi e acordei só para trocar os voos e vir pra casa, com muita alegria no coração por ter feito uma viagem por lugares tão especiais com pessoas maravilhosas.

Se vocês tem qualquer dúvida sobre roteiros e gastos fico muito feliz em responder. Beijinhos e até mês que vem.

Elisa.

quinta-feira, janeiro 10, 2019

Fui atrás do meu match

Primeiramente, feliz ano novo! Que o seu 2019 seja incrível e recheado de novas experiências e muito aprendizado 😊

E sobre o post de hoje, já aviso que é um pouco incomum...

Já pensou em conhecer a sua futura host family pessoalmente? Eu já e tive a oportunidade de fazer isso no mês passado. Saí da Bélgica e fui atrás do meu match na Holanda em um final de semana!


Quando eu contei a novidade para algumas pessoas, geral respondeu: “oi? como assim?” Pois é, foi difícil até pra mim acreditar nisso, mas realmente aconteceu e foi uma experiência única!

Fui atrás do meu match (literalmente) após a minha host family na Bélgica decidir se mudar de país e encerrar meu contrato antes do previsto (eu conto mais sobre isso aqui).

Comecei a procurar famílias, agências, informações, enfim, tudo naquele famoso desespero. A demanda de famílias estava um tanto baixa e entrei em processo com uma agência para ver se as coisas melhoravam. 

Eu não queria voltar pro Brasil e estava disposta a fazer todo o processo da Bélgica mesmo e ir direto pra Holanda. No mesmo dia que paguei a agência e enviei todos os formulários e documentos solicitados, encontrei uma família maravilhosa no APW. 


Enviei uma mensagem extensa e sincera, mas meio sem expectativas já que o perfil era bem atrativo e já havia recebido mais de 30 applications em menos de uma semana. No mesmo dia, recebi um positive reply e uma mensagem extensa de volta! 

E assim começamos a conversar. Do APW trocamos e-mail, WhatsApp e a comunicação foi fluindo sempre cheia de informação e interesse das duas partes. E aí chegou aquele momento tão esperado: “vamos nos conhecer?” 

Me coloquei disponível para uma ligação por Skype durante a semana ou uma visita no final de semana. E claro, a segunda opção chamou muito mais a atenção tanto para mim quanto para eles. 

Apenas 10 dias após a nossa primeira troca de mensagens, eu fui atrás do meu match. Cai de paraquedas na família e fui super bem acolhida! Montamos a árvore de Natal juntos, jantamos, assistimos TV, nos divertimos, enfim, tudo como se eu já morasse lá! 


Voltei pra Bélgica com o coração apertado. Um dos kids até me perguntou: “mas você já não pode se mudar pra morar aqui com a gente?” Ah se eu pudesse não pensava duas vezes! E assim a gente se despediu e volta a se ver em algumas semanas! 

É maravilhosa a oportunidade de conhecer a host family pessoalmente. Se você tem essa possibilidade, por mais remota que seja, corre atrás e abraça a experiência. Afinal, nada como já sentir a família e a sua nova casa de pertinho! 

Se você já viveu isso, compartilha aqui com a gente nos comentários 😊 

Um beijo e até mês que vem!

quarta-feira, janeiro 09, 2019

SOBRE METAS E PLANOS PRA ESSE NOVO ANO!





Olá pessoas! Tudo bem?



Esse ano de 2018 foi tão corrido e tanta loucura que eu nem tive tempo de traçar minhas metas e planos pra 2019, mas pensei sobre isso por um bom tempo e enquanto au pair nós temos as nossas metas para o ano E as nossas metas para o ano de au pair ( que podem ser as mesas coisas ou coisas diferentes). Mesmo que você ainda não tenha embarcado, mas esteja em processo ou você que já está aqui nos EUA ou em qualquer lugar do mundo como au pair e se perguntando “O que eu tô fazendo da minha vida meu Deus?!” esse post vai te ajudar! Só vamos.
Okay, I wanna be na au pair because I LOVE kids e etc, mas e você? O que você quer pra sua vida durante esse período? Acho muito importante pensarmos sobre isso porque o programa tem um tempo limitado e então não dá pra dar uma de Zeca Pagodinho- Vida leva eu, deixa a vida me levar é pra quando você tá no Brasil meu amor, aqui TIME IS MONEY! Hahahaha

No meu primeiro ano eu sabia bem o que eu queria, mas como eu já vim sabendo que iria mudar de estado com a host Family, eu cheguei e ativei o modo #deixaavidamelevar e curti bastante, saí, viajei, aproveitei o Summer, fiz amigos e amigas incríveis e foi incrível! Mas eu não tirei um tempinho pra pesquisar e agilizar as coisas como seriam para quando eu me mudasse pra Califórnia, resultado: Fiquei atrasada no meu Goal #1 que eram os estudos porque quando eu cheguei na Califórnia, todos os prazos pra se matricular em Comunity Colleges já haviam expirado e eu fiquei atrasada com isso. Então atenção manas e manos! Não vamos perder tempo.
Primeiro de tudo o nosso salário não é o maior do mundo e você precisa focar no foco, se seu objetivo é viajar muitooooo! Então não saia todo final de semana, não fique comendo fora e nem comprando roupa e as milhões de tranqueiras fofas que se encontram por aí e se seu objetivo é guardar dinheiro muito menos!
Se seu objetivo é estudar, antes de fechar o match já se certifique de que onde  você vai morar existem universidades e comunity colleges que aceitam au pairs e com preços acessíveis a você. Pesquise quais cursos, quais horários de aula e se eles batem com seu futuro schedule, tente ficar por dentro de TUDO. Tenho uma amiga muito amada que veio focada e determinada a melhorar o inglês dela, e ela começou o ESL numa City College maravilhosa na segunda semana dela no país. Essa tá de parabéns 👏🏼👏🏼👏🏼
E aí depois de traçar suas metas? Só correr atrás que a gente consegue galera! Nem mesmo o  céu é um limite! Hhahahhha.  Que nesse ano a nossa vida de au pair seja mais fácil, que o nosso dinheirinho prospere, que nossas viagens sejam incríveis e com menos perrengues, que todos nós possamos ter oportunidades únicas e inimagináveis, que morar com os chefes não sejam uma morte lenta tão grande e que criança gritando não atrapalhe nosso querido soninho de final de semana! Amém.

Beijos de luz e até a próxima.

Bárbara Costa

IG: @barbaramtcostaa

quinta-feira, janeiro 03, 2019

Feliz ano novo!!!

Mais um ano começando e com ele novos sonhos, metas e planos. Como vocês já sabem eu fui au pair nos EUA, vivi dois anos incríveis e voltei para o Brasil e aqui estou há aproximadamente 1 ano e 4 meses. Eu estava feliz no meu trabalho, fui morar sozinha... porém aquela inquietação de morar fora e viver novas experiências ainda estava aqui. Então em meados de Julho eu comecei a buscar por uma família para ser au pair na Alemanha. Troquei mensagem com algumas famílias e conversei com duas por Skype e bom acabei fechando match com uma dessas famílias. Em aproximadamente um mês eu embarco para a Alemanha, com novos sonhos, objetivos e desafios pela frente, mas com a certeza e o pensamento positivo de que tudo vai dar certo e que assim como foi nos EUA eu terei outa experiência incrível, dessa vez na terra da batata. 

Bom, mas agora para quem pensa em ser au pair na Alemanha, vou contar um pouco como  foi o processo. Depois de achar uma família pelo site www.aupairworld.com, eu precisava me preparar para a prova de alemão. Todas as candidatas a au pair que desejam solicitar o visto no consulado de São Paulo agora precisam ter um certificado de a1 pelo Instituto Goethe. Com o certificado em mãos você pode agendar o visto através do site do consulado e reunir os papéis junto à host family. No dia é só levar os documentos. Minha entrevista foi muito tranquila, ele checou os meus documentos e no final só me perguntou se eu gostaria de buscar o visto ou se eu gostaria de receber em casa. Também fui informada de que receberia um email avisando que meu visto havia sido emitido, porém em menos de 1 semana meu visto chegou em casa sem nenhum aviso prévio. E agora é só fazer as malas e em partir para mais um aventura...


E sobre as metas de 2019. Quero viver muitas experiências incríveis!
Se você está aqui por que quer ser au pair desejo que nesse ano seu sonho se torne realidade! E se você já é au pair que nesse você possa alcançar outras metas e sonhos!!!

Abraços e até a próxima!
Cris